Foto: Divulgação
A direção do clube francês ficou tensa com a declaração de que ele jogaria sua última Copa em 2022. E realizaria seu sonho de vencer com o Brasil. E o contrato até 2025 que lhe paga R$ 180 milhões por ano?

 

Neymar estava sendo novamente criticado pela falta de profissionalismo fora dos gramados. Com direito até a foto com barriga, na volta das férias.

Além do desempenho, que decai a cada temporada.

A cobrança e a decepção se acumulavam.

Foi quando ele decidiu anunciar.

“Acho que [em 2022] é minha última Copa do Mundo.

“Eu encaro como a minha última porque não sei se terei mais condições, de cabeça, de aguentar mais futebol. Então vou fazer de tudo para chegar muito bem, fazer de tudo para ganhar com meu país. Para realizar o meu sonho desde pequeno e espero poder conseguir”, falou para a emissora DAZN.

 

http://https://www.youtube.com/watch?v=Mfq_Ht30zuI

A postura que deveria despertar solidariedade e apoio principalmente da imprensa, que tanto o incomoda, não veio. Só parte dos fãs fanáticos, a maioria adolescente, o defendeu. Muitos entenderam que ele mesmo cria os problemas pelos quais é criticado.

Logo depois de a declaração ser divulgada, o Brasil enfrentou a Colômbia e ele passou grande parte do jogo caindo na provocação do zagueiro Mina, que atuou no Palmeiras. Se xingaram, se ameaçaram, se encararam. Neymar chegou a esticar os lábios simulando que daria um beijo no colombiano. Tite quase invadiu o campo para separar os dois, evitar que brigassem.

Tudo isso tirou a concentração de Neymar, que fez uma péssima partida. Apesar de 29 anos, vivido, agiu como um juvenil.

 

Fonte: R7

Foto: Divulgação