Técnico traz novidades na convocação, porém mantém base da equipe. Brasil enfrenta Chile e Bolívia nos dias 24 e 29 deste mês

O técnico Tite anunciou nesta sexta-feira (11) os convocados da seleção brasileira para os jogos das Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022 contra o Chile, no dia 24 de março, no Maracanã, e a Bolívia, cinco dias depois, em La Paz. Com a seleção já classificada para o Mundial do Catar, a rodada dupla é mais um compromisso da amarelinha que visa à preparação para o mais importante torneio entre seleções.

Entre os 26 convocados, destaque para a presença de Guilherme Arana, que vem brilhando pelo Atlético-MG, e a ausência de Raphael Veiga, do Palmeiras. Era esperado que o meio-campista recebesse uma oportunidade, mas Tite optou pelo retorno de Arthur, ex-Grêmio, que vem retomando as boas atuações na Juventus da Itália. Além de Veiga, Hulk, Gabigol, Éverton Ribeiro e Pedro ficaram de fora. 

Sobre a não convocação de atletas como Veiga e Pedro, do Flamengo, Tite disse que não fecha as portas para esses jogadores. “Um dos aprendizados que o tempo tem me dado como técnico é não fechar possibilidades reais, porque elas acontecem. Tem atletas de alto nível que vão se afirmando, se consolidando e evoluindo ao longo do tempo. Nós, responsáveis por esse comando, temos que deixar aberto, senão fica um preconceito”, afirmou o técnico.

Retorno de Arthur e Martinelli é novidade

 

“Diferente de outros jogadores do meio-campo, o Arthur tem uma movimentação de controle de jogo, de rodar por trás com a bola e conduzir o jogo com muita qualidade, desenvolvendo algumas situações. A continuidade dele na Juventus, nas três competições, está crescendo, então achamos que é o momento de trazê-lo”, disse Tite sobre o meia da Juventus, que ganha uma nova oportunidade na seleção.

Sobre Martinelli, do Arsenal, o treinador falou em meritocracia. “Aproveitando para falar do Martinelli, ele é um jogador que vem atuando como externo-esquerdo, tem muito a busca do gol, tem participado com gols e assistências, vem crescendo no Arsenal. Visitamos ele lá, conversamos com o Arteta, acompanhamos. É um atleta que merece que a gente traga e dê uma oportunidade”, afirmou.

O Brasil é líder isolado das Eliminatórias Sul-Americanas. A equipe canarinha está invicta e com 39 pontos conquistados em 15 jogos, com 12 vitórias e apenas três empates. Logo atrás vem a Argentina, com 35. Equador e Uruguai, com 25 e 22 pontos, respectivamente, completam o G4. A quinta colocação, que dá acesso à repescagem, é do Peru, que tem 21 pontos.

Veja a lista completa

Goleiros

Ederson (Manchester City – Inglaterra)
Alisson (Liverpool – Inglaterra)
Weverton (Palmeiras)

Zagueiros

Thiago Silva (Chelsea – Inglaterra)
Marquinhos (PSG – França)
Éder Militão (Real Madrid – Espanha)
Gabriel Magalhães (Arsenal – Inglaterra)

Laterais

Danilo (Juventus – Itália)
Daniel Alves (Barcelona – Espanha)
Alex Telles (Manchester United – Inglaterra)
Guilherme Arana (Atlético-MG)

Meios-campistas

Casemiro (Real Madrid – Espanha)
Arthur (Juventus – Itália)
Bruno Guimarães (Newcastle – Inglaterra)
Fabinho (Liverpool – Inglaterra)
Fred (Manchester United – Inglaterra)
Lucas Paquetá (Lyon – França)
Philippe Coutinho (Aston Villa – Inglaterra)

Atacantes

Vinícius Jr. (Real Madrid-Espanha)
Gabriel Martinelli (Arsenal – Inglaterra)
Richarlison (Everton – Inglaterra)
Raphinha (Leeds – Inglaterra)
Antony (Ajax – Holanda)
Rodrygo (Real Madrid – Espanha)
Neymar (PSG – França)

 

Fonte: R7

Foto: Divulgação