O evento foi dividido em duas categorias: Caiaque (individual) e Embarcada (por equipe)

 

 

O 7º Torneio de Pesca Esportiva Amigos do Tarumã aconteceu no último sábado (16/10) e contou com o apoio do Governo do Amazonas, por meio da Fundação Amazonas de Alto Rendimento (Faar). O evento teve mais de 180 participantes, que realizaram suas pescas no Tarumã Mirim e Tarumã Açú, nesta edição que marca a volta do torneio após a pandemia.

“A pesca esportiva já é um esporte tradicional em nosso estado. A prática vem ganhando força e adeptos, tornando o Amazonas um polo da modalidade. É determinação do governador Wilson Lima que estejamos sempre fomentando diversos esporte de nossa região”, comentou o diretor-presidente da Faar, Jorge Oliveira.

Para o organizador do evento, Rogério Bessa, é a retomada de um setor que une esporte, meio ambiente e turismo. “Ano passado, infelizmente, não foi possível realizar o torneio, mas queremos agradecer todo o apoio do Governo do Estado para que esse ano retomássemos. Esse evento prova que unir esporte, meio ambiente e turismo é uma das grandes forças que temos como matriz econômica”, disse.

O evento foi dividido em duas categorias: Caiaque (individual) e Embarcada (por equipe). Ganha aquele que apresentar a aferição correta e somar pontos com o tamanho de cada tucunaré pescado.

Durante a largada é entregue a régua oficial do torneio e todos os peixes capturados precisam ser medidos em centímetros, o que valida a aferição desses peixes capturados pelo pescador. O registro é feito em vídeo assim que o peixe é embarcado. A aferição em comprimento padrão vai do maxilar inferior do pescado ao final da nadadeira caudal.

O evento também teve apoio do Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Estado do Amazonas (IDAM) e Secretaria de Estado de Produção Rural (Sepror), com oito engenheiros de pesca atuando como árbitros da competição.

“Estamos aqui para validar essa aferição. Todos os peixes foram medidos, foram tabulados e ao final realizada a premiação da primeira à décima equipe, na quantidade de peixes capturados”, comentou o engenheiro de pesca da Sepror, Flávio Rubem.

PREMIAÇÃO

Categoria Individual em Caiaque

1º lugar – Pescador David Queiroz – Equipe Master Fishing – 126 pontos

2º lugar – Pescador Lucas Moraes – Equipe Gambiarra Team/Titan Acessórios – 122 pontos

3º lugar – Pescador Angélica Fishing – Equipe Master Fishing – 121 pontos

Campeã maior peixe categoria feminino – Pescadora Angélica Fishing – Equipe Master Fishing – Tucunaré de 56cm.

Categoria por equipe embarcado

1º lugar – Equipe Tucuxi – 260 pontos

2º lugar – Equipe Gambierra Team – 227 pontos

3º lugar – Equipe Tarumã Paisa Fishing – 214 pontos

4º lugar – Equipe Apuaú Pesca – 208 pontos

5º lugar – Equipe Jig Lapa – 207 pontos

6º lugar – Equipe Casal da Pesca – 204 pontos

7º lugar – Equipe No Problem – 204 pontos

8º lugar – Equipe Amigos Caramuri – 194,50 pontos

9º lugar – Equipe Tinideira Team – 168 pontos

10º lugar – Equipe Nós na Amazônia – 139 pontos

Equipe campeã com o maior peixe do Torneio – Equipe Tucuxi – Tucunaré Açú de 74cm.

Fotos: Divulgação/Faar