Manaus – O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) arquivou a ação apresentada pelo PL (Partido Liberal), sigla do presidente Jair Bolsonaro, contra o festival Lollapalooza. A decisão é assinada pelo ministro Raul Araújo e esclarece que o arquivamento acontece após o partido desistir de dar continuidade ao processo.

No sábado (26), o ministro havia determinado que os organizadores do evento vetasse manifestações políticas como a protagonizada pela cantora Pabllo Vittar, que segurou uma camiseta com a foto do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e gritou “fora, Bolsonaro” durante uma de suas apresentações, sob pena de multa de R$ 50 mil. A ordem, segundo o magistrado, valia “em favor de qualquer candidato ou partido político”.

A determinação, no entanto, teve efeito contrário, e as manifestações políticas se intensificaram. No domingo (27), parte dos artistas que subiu aos palcos se manifestou contra Jair Bolsonaro, contra a determinação do relator ou ainda aproveitou o espaço para aconselhar os jovens a votar nas eleições de outubro.

 

 

Fonte: R7.COM