NACIONAL – A situação do Vasco só piora nos últimos dias, após conseguir embalo na Série B, o clube estacionou na tabela. Nesta quinta-feira (4), o Cruzmaltino teve um pênalti a favor no fim, mas Cano perdeu. No minuto seguinte, para piorar a noite, os cariocas levaram um gol. O Guarani venceu o Vasco por 1 a 0, em Campinas, pela 33ª rodada.

O Vasco está há três jogos sem ganhar e vê a distância para o G4 ficar em sete pontos. Uma situação cada vez mais difícil no sonho de buscar o acesso. O Cruzmaltino está na oitava colocação, com 47 pontos. O Guarani, por sua vez, cola no G4. O Bugre pulou para 52 pontos, a dois do Goiás, quarto colocado.

O lance do pênalti foi polêmico, Bidu tocou a mão na bola e o juiz Leandro Pedro Vuaden teve que consultar o VAR. O árbitro analisou o vídeo e assinalou a penalidade no momento decisivo da partida. No entanto, o goleiro Rafael Martins brilhou e defendeu o pênalti no meio Germán Cano.

Na jogada seguida, em rápida jogada de contra-ataque, Riquelme não afastou a bola, que sobrou para Pablo. O atacante foi em direção ao gol e bateu sem chances para Lucão. Cabisbaixo, o Gigante da Colina não conseguiu mais reagir, e a equipe bugrina conquistou um resultado importante para o sonho na elite.

Na próxima rodada, o Cruzmaltino enfrenta o Botafogo, em casa, neste domingo (7), às 15h, pela 34ª rodada. O time ainda tem as partidas contra Vitória (c), Vila Nova (f), Remo (c) e Londrina (f) para tentar o acesso. No domingo, mas às 1uh15, o Guarani volta a campo para enfrentar o Vila Nova fora de casa.