TCE


Uma câmera de segurança flagrou o momento em que o miliciano Sérgio Rodrigues da Costa, mais conhecido como “Sérgio Bomba”, é atingido por tiros. A execução ocorreu em quiosque do Recreio dos Bandeirantes na noite desse domingo (21/1).

Como mostrou a coluna Na Mira, do Metrópoles, Sérgio é apontado como um dos chefes da milícia de Sepetiba, na Zona Oeste do Rio de Janeiro.

As imagens, que circulam nas redes sociais, mostram que Sérgio estava com a namorada quando foi surpreendido e assassinado a tiros. A mulher não se feriu.

A Delegacia de Homicídios da Capital (DHC), da Polícia Civil do Rio, investiga o caso.

A milícia de Sepetiba ficou dividida, após um dos homens apontados como sucessor do miliciano Luís Antônio da Silva Braga, o Zinho, ser morto a tiros na comunidade Três Pontes, em Paciência.

Antônio Carlos dos Santos Pinto, o Pit, era um dos responsáveis por cuidar da parte financeira da organização criminosa, chamada de Bonde do Zinho. Ele e o filho foram mortos em dezembro do ano passado.