Duelo será no próximo dia 17 na Arena da Amazônia e torcedores terão que estar com a vacinação completa contra a Covid-19

O governador Wilson Lima anunciou, nesta quarta-feira (06/10), que o jogo entre o Manaus Futebol Clube e o Ypiranga (RS) contará com um público de 14 mil pessoas. A partida pela Série C do Campeonato Brasileiro está marcada para o próximo dia 17 e será realizada na Arena da Amazônia. Poderá ter acesso ao estádio somente quem estiver com a imunização completa contra a Covid-19, duas doses ou dose única.

A decisão foi tomada após Wilson Lima reunir, nesta quarta-feira, com dirigentes do clube, entre eles o presidente do Manaus Futebol Clube e vereador, Luis Mitoso, de representantes da torcida organizada e da Federação Amazonense de Futebol (FAF), na sede do Governo, bairro Compensa, zona oeste da capital.

“Nós, ainda pouco, tivemos uma reunião e tomamos uma decisão com relação ao próximo jogo do Manaus Futebol Clube, que será realizado na Arena da Amazônia e a partida terá um público de 14 mil pessoas, a mesma quantidade de público do jogo da seleção brasileira contra o Uruguai, que dá em média 35% (de ocupação). Nós vamos seguir o protocolo da CBF (Confederação Brasileira de Futebol), com a exigência das duas doses e vamos estabelecer todos aqueles protocolos e medidas de segurança para evitar aglomeração, o uso de máscaras”, disse Wilson Lima.

A reunião contou com a presença das autoridades ligadas a área da vigilância em saúde, esporte e segurança pública do Estado, do deputado estadual Sinésio Campos e do vereador Caio André. Todos os presentes se comprometeram a dividir responsabilidades para a realização da partida com público.

“Nós já sabíamos, governador, que o senhor, com a sua sensibilidade, iria, hoje, abraçar o Manaus Futebol Clube como já tem abraçado, é bom que se registre. O Manaus Futebol Clube tem recebido do Governo não só o aporte financeiro, mas toda a ajuda necessária para treinamentos nas praças esportivas. Não tem faltado nenhum tipo de apoio para que nós pudéssemos fazer o melhor na competição e o Manaus tem surpreendido”, disse o presidente do clube, Luis Mitoso.

Na reunião ficou definido que o Manaus Futebol Clube ficará responsável pela venda dos ingressos. Todos os profissionais envolvidos no dia da partida serão testados contra a Covid-19 no prazo de 48 horas antes do jogo pela Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas Dra. Rosemary Costa Pinto (FVS-RCP). Os torcedores terão acesso a Arena por quatro entradas diferentes, para evitar aglomerações, e terão que sentar nas cadeiras respeitando o distanciamento. Um comitê, dirigido pelo Governo do Estado, foi montado para definir outros detalhes técnicos para a partida.

“Ao longo dos próximos dias vamos dando alguns informes de algumas decisões que serão tomadas quanto a esse importante jogo do Manaus, que a gente está muito esperançoso com a possibilidade do Manaus ir para a Série B. Estamos torcendo para que o Manaus possa dar esses voos mais altos”, disse o governador.

Brasil x Uruguai – O jogo no próximo dia 14 será o primeiro jogo da seleção brasileira com público pelas Eliminatórias da Copa do Mundo Fifa Catar 2022. Para isso, a Arena da Amazônia recebe melhorias no gramado e na iluminação para receber a disputa e a mesma estrutura estará disponível para o jogo entre o Manaus e o Ypiranga.

Vacina premiada – Na última terça-feira (05/10), Wilson Lima lançou a campanha “Vacina Premiada”, que vai sortear três mil ingressos da partida entre Brasil x Uruguai. As inscrições para concorrer aos ingressos já começaram e se estendem até a segunda-feira, dia 11 de outubro. Ocorrerão exclusivamente pela internet, no site www.vacinapremiada.am.gov.br.
Entre a sexta-feira (08/10) e terça-feira (12/05), o Governo do Amazonas vai sortear, por dia, 600 ingressos para os inscritos na campanha “Vacina Premiada” em três horários diferentes. Os nomes dos contemplados serão divulgados nas redes sociais do Governo do Estado e no site da Vacina Premiada.

No Instagram, o perfil oficial é o @governo_do_amazonas. No Facebook, os usuários devem acessar o @GovernodoAmazonas, e, no Twitter, o @AmazonasGoverno.

Fotos: Diego Peres/Secom