Foto: Divulgação

Convocações possibilitaram ampliação de serviços públicos em áreas prioritárias

O governador Wilson Lima convocou, desde 2019, um total de 7.319 profissionais aprovados em concursos públicos para os quadros da administração estadual. Além disso, o Governo do Amazonas tem assegurado o pagamento de datas-bases e avançado no cumprimento de planos de carreiras, concedendo promoções, progressões e escalonamentos, mesmo com a crise imposta pela pandemia da Covid-19.

Somente em 2021, o governador convocou mais 566 aprovados no concurso público da Secretaria de Estado de Educação e Desporto. Embora tenha sido realizado em 2018, as convocações só começaram em 2019, com a atual gestão. Ao todo, já foram chamados 5.296 aprovados no certame.

Um dos convocados foi o professor Miguel Simões, que leciona Filosofia na Escola Estadual Professor José Bernardino Lindoso, zona norte de Manaus.

“Quando eu descobri que tinha passado, fiquei num estado de euforia maravilhoso. Eu chorei, me emocionei bastante, porque todo aquele processo pelo qual eu tinha passado de estudo, trabalho árduo, tinha sido recompensado. Finalmente estou trabalhando na área que me especializei, que é Filosofia. Se eu não estivesse trabalhando como professor, se não tivesse passado no concurso, eu provavelmente estaria desempregado”, contou Miguel.

Segurança – Na segurança pública, mais 404 policiais militares aprovados no concurso realizado em 2011 foram convocados e, na segunda-feira (25/10), já inseridos na corporação após formatura no Curso de Formação.

Entre os novos praças está o soldado Ismael Protázio. “Foi uma luta muito árdua no decorrer desses 10 anos, através de muitas dificuldades. Só na gestão atual que tivemos uma melhor atenção e a valorização de todos os concursados. E, hoje, graças a Deus nós estamos fazendo parte da corporação e nos formando, para servir melhor à sociedade”, disse ele, ao revelar que a carreira militar é um desejo de infância.

“Esse é um sonho desde criança, sempre me vi como militar. No decorrer da minha vida fiz algumas coisas informais, vendi picolé, vendi jornais, trabalhei com pintura, isso é um orgulho para mim”, ressaltou Protázio.

Saúde – Wilson Lima também convocou profissionais da saúde aprovados no concurso do Corpo de Bombeiros de 2009, após uma espera de mais de dez anos, e reforçando a rede estadual da Secretaria de Estado da Saúde (SES-AM). No total, são 483 profissionais que passaram por Curso de Formação.

“Somos muito gratos ao governador Wilson Lima, que cumpriu uma questão que era um direito adquirido por nós, mas que precisou da sensibilidade de alguém que se importava com a população e com os concursados, para que isso, de fato, fosse realizado”, disse a tenente Vanessa Marques, oficial dentista do Corpo de Bombeiros, que atua na Policlínica Gilberto Mestrinho.

Na SES-AM, foram também convocados 774 médicos de várias especialidades, como cardiologia, cirurgia geral e clínica geral, aprovados em concurso realizado em 2014.

Setor primário – Foram chamados, ainda, profissionais aprovados em outros concursos para o setor primário, como os 227 do concurso de 2018 do Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Estado do Amazonas (Idam); e 135 aprovados no concurso da Agência de Defesa Agropecuária e Florestal do Estado do Amazonas (Adaf).

“Foi muita alegria no dia em que saiu a homologação. E agora é ajudar o estado a crescer e se fortalecer. Agradeço demais a atenção que o Estado teve com a gente, sempre fomos bem recebidos”, disse Marcos Frota, auxiliar de fiscalização agropecuária concursado da Adaf.

Direitos assegurados – Medidas para manter o equilíbrio fiscal do Estado, com redução de despesas e eficiência da gestão, foram essenciais para viabilizar as convocações de concursados e também assegurar direitos dos servidores e manter serviços públicos.
“Mesmo com todas as dificuldades, concedemos reajustes de data-base, escalonamentos, promoções e progressões funcionais em diversos órgãos”, destacou Wilson Lima. “Nenhum governo fez tanto pelo servidor durante a crise sanitária. Garantimos e não atrasamos vencimentos de nenhum servidor, antecipamos até o 13º salário”, frisou.

Os avanços abrangem grandes áreas como educação, saúde e segurança. Na Secretaria de Educação, em 2019, foram concedidos reajustes de 4,73%, escalonamento de 9,38% e correção em valores de auxílios (alimentação, transporte e de localidade). Na última terça-feira, Wilson Lima anunciou aumento de 9,19% referente às datas-bases de 2020 e 2021, o que alcançará 32.478 servidores.

Na SES-AM e fundações de saúde, além do reajuste de 5% em 2019, também foi equiparado o valor do auxílio alimentação, e foi concedido, já em 2021, abono a todos os servidores da saúde. A reposição da data-base de 2020 será de 8,9% para 23.317 servidores.

Para a Polícia Civil, já foram concedidos escalonamentos (delegados, escrivão e investigador) e reajustes, de até 26,49%. Para os policiais civis administrativos, o governo estadual implementou o novo Plano de Cargos, Carreiras e Remuneração (PCCR) e vai pagar data-base de 7,34% referente a 2020.

Em 2009, Wilson Lima concedeu aos policiais militares, promoções, escalonamento de 10,85% e reajuste de 4,58%. Já aos bombeiros, o Estado concedeu promoções, escalonamento de 2019, de 10,85% e reajuste de 4,58%. Um total de 9.661 Policiais e bombeiros também terão reposição de 3,3% da data-base de 2020.

Auxílio alimentação – Desde janeiro de 2020, uma medida histórica do governador Wilson Lima garantiu que todo servidor recebesse auxílio alimentação, o que não ocorria em gestões anteriores. No total, 51.771 servidores civis em atividade passaram a receber auxílio mensal de pelo menos R$ 500. Outros 632 servidores públicos, que não recebiam valor algum, também foram contemplados.

 

Fonte: SECOM

Foto: Divulgação