A Comissão de Proteção aos Animais, Assuntos Indígenas, Cidadania e Participação Legislativa (CPAIP), presidida pela protetora e deputada estadual Joana Darc (União Brasil), resgatou hoje um cavalo que estava em situação de maus-tratos, no bairro do Novo Israel. A denúncia foi feita pela própria população.

A equipe constatou que o animal estava amarrado com uma corda muito curta, em local insalubre, onde não é permitida a permanência de animais, e com alimentação inadequada.

De acordo com Joana Darc, esta já é terceira vez que a equipe vai até o local, na tentativa de conversar com o tutor para que removesse o cavalo para um local adequado. Na primeira inspeção o proprietário se comprometeu em levar o animal para um sítio e na segunda vez informou que havia vendido o cavalo e aguardava o novo proprietário buscá-lo.

“Já vinhemos aqui três vezes, mas nada foi feito. Portanto, como presidente da Comissão de Proteção aos animais e autoridade parlamentar, irei tomar providências dentro da Lei e denunciar o tutor desse animal. Fico muito triste e indignada quando vejo situações como essas, onde as pessoas perderam a noção de como se deve cuidar dos animais sem se importarem com o bem-estar dos bichinhos”, dispara.

O cavalo foi levado para um lugar de proteção aos animais, onde recebeu os cuidados veterinários, sendo encaminhado posteriormente a um lar temporário, na qual aguardará um lugar definitivo.