TCE


Expectativa agora é
pela definição do local que irá receber as partidas e também para a
data do retorno da competição. Recife segue como favorita

 Agora é oficial. Na última sexta-feira, a
Confederação Brasileira de Futebol comunicou à Liga do Nordeste que acatou o
pedido dos clubes para que os jogos finais da Copa do Nordeste sejam realizados
em sede única, já a partir da última rodada da primeira fase. A CBF, no
entanto, ainda não indicou qual cidade receberá os jogos, nem quando a
competição será retomada.
 “A resposta
foi dada na sexta-feira e era esperada. Como todos os clubes e federações
aceitaram (a sede única) não tinha porque a CBF não concordar”, afirmou o
diretor da Liga do Nordeste, Alexi Portela, que agora fica no aguardo da
definição da escolha da cidade. O que, para o dirigente, deve vir acompanhada
já com a data para a volta do Regional.
 “Não há previsão para que a CBF defina (o local
dos jogos), estamos aguardando. Nenhum lugar do Nordeste está liberado (para
jogos), como ela vai anunciar? Ela deve esperar alguns estados liberarem. 
Não adianta ela anunciar que vai ser na Paraíba se o estado não está liberado
para receber jogos. Não tem como. Uma coisa está amarrado a outra”,
exemplificou Portela.
 De toda forma, Recife segue como o destino
mais provável para a Copa do Nordeste. Isso porque, além de contar com quatro
estádios que podem receber os jogos (Arena de Pernambuco, Ilha do Retiro,
Aflitos e Arruda), quatro centros de treinamentos (Sport, Náutico, Santa Cruz e
Retrô) e uma das principais redes hoteleiras da região, de acordo com o plano
de flexibilização do governo o estado também está próximo de autorizar jogos
sem a presença de público. Nesta segunda-feira, os shoppings centers retornaram
a funcionar, assim como lojas de varejo no centro da cidade.
 Para completar, o presidente da Federação
Pernambucana de Futebol, Evandro Carvalho, afirmou que a CBF já sondou a entidade sobre
realizar os jogos finais do Nordestão na capital pernambucana.

 Vale ressaltar que a Liga do Nordeste vai
bancar todo o custo com passagem e hospedagem dos clubes que se deslocarem à
cidade escolhida pela CBF. Além disso, os times que ainda não tiveram a volta
aos treinos nos seus respectivos estados, poderão chegar com 15 dias de
antecedência à sede escolhida pela CBF para retomarem os trabalhos. Os testes
diagnósticos da Covid-19 também serão pagos pela Liga.

Foto: Kim Saito