Brena Dianná pediu celeridade nos processos que se arrastam há muito tempo.

A recorrente reclamação da população parintinense pela regularização dos cargos da administração pública voltou a ser questionada pela vereadora Brena Dianná (PSD), que utilizou seu espaço na Câmara Municipal de Parintins, nesta segunda-feira (28), para expor e cobrar explicações sobre a realização de concurso público, proposto em 2021.

“Há pelo menos seis anos não há concurso público em Parintins. Em 2021, solicitei, além do concurso público, as informações da comissão que foi criada para estar à frente deste certame para fazer todos os trâmites, como edital, levantamento dos cargos a serem preenchidos e a data para a realização do tão esperado
Concurso Público. Agora, solicito novamente o cronograma de ações dessa comissão para este ano, como a publicação do edital, vagas, data para a realização e outras providências para que haja acompanhamento e cobrança a fim de que o concurso venha a acontecer de fato e de direito”, enfatizou vereadora Brena Dianná.

“Vale ressaltar que para a investidura de cargo público é obrigatório concurso público, porém a prefeitura de Parintins vem se esquivando dessa obrigatoriedade prevista em lei. Há mais de seis anos não realizou nenhum tipo de concurso público por diversos motivos, que devem ser sanados sob pena de improbidade administrativa”, complementou a parlamentar.

Asfalto para o Distrito Industrial

Atendendo aos chamados da população, a parlamentar informou que esteve no Distrito Industrial, onde visitou as ruas Andiroba, Alameda 3 e Acariuba. Nesta área, deparou-se com o descaso em relação às políticas públicas.

“O local é trecho de entrada e saída para muitos bairros, como Jacareacanga, Lady Laura, Pascoal Alággio. O fluxo de pessoas é intenso. Na verdade, o local nunca recebeu asfalto e saneamento básico. O descontentamento e sentimento de abandono dos moradores é grande. Pedimos à prefeitura e à secretaria de obras que tomem as devidas providências, pois a população parintinense merece o devido respeito”, solicitou com firmeza Brena Dianná.

Comunidades rurais

A ausência do serviço público para coleta de lixo nas comunidades rurais de Parintins também foi pauta de reivindicação da parlamentar. “A falta desse serviço ocasiona uma série de transtornos, como doenças e prejuízos ao meio ambiente. E isso vem acontecendo no Distrito do Mocambo do Arari que possui mais de 9 mil habitantes,
na Agrovila de São Sebastião do Caburi, que possui mais de 2500 habitantes, bem como na comunidade Bom Socorro do Zé Açú e na comunidade Santo Antônio do Tracajá. É um serviço simples, que não vai despender um recurso vultuoso ou maquinários sofisticados para fazer esse serviço. A prefeitura pode até contratar a mão de obra local, gerando emprego e renda para aqueles munícipes”, reiterou a parlamentar, que ainda destacou que a coleta de lixo é um direito básico da população.

 

 

Fonte: Assessoria de Imprensa da Vereadora Brena Dianná (Parintins)

Foto: Divulgação