Manaus (AM) – O criança autista, identificada como Luiz Carlos Tinoco Oliveira, que tinha 9 anos, morreu na noite dessa terça-feira (29), por volta das 23h30, após dar entrada no Hospital Joãozinho com marcas de agressão.

A família paterna do menino relata que ele pode ter sido agredido pela mãe, identificada apenas como ‘Debora”, e pelo padrasto, não identificado.

Os pais de Luiz Carlos são separados e a guarda da criança era compartilhada.

De acordo com a avó paterna, há dois finais de semanas ela vinha ligando para a suspeita pedindo para que o menino fosse levado para sua casa mas era ignorada. Já na noite de ontem, ela recebeu uma ligação da mulher, por um número desconhecido, informando sobre a morte da criança.

“Eu atendi e ela já estava aos prantos, chorando muito, me falando que ele estava desmaiado”, relatou a avô.

A tia de Luiz Carlos relatou que era preciso ter muito cuidado e paciência com ele, mas a mãe não tinha.

“Quando ela morou com a gente, ele só não era mais espancado porque a gente não deixava […] e depois que ela (a mãe) pegou Luiz Carlos para morar com ele, a gente ficou sem saber o que estava acontecendo com ele”, desabafou a tia.

e acordo com o relatório do Instituto Médico Legal (IML) a causa da morte de Luiz Carlos ainda está para ser esclarecida.

A mãe foi detida e encaminhada para a Delegacia Especializada em Proteção a Criança e ao Adolescente (Depca) para prestar esclarecimentos.

Fonte: Portal Tucumã