Panorama atual aponta cinco municípios em situação de emergência

O Governo do Amazonas, por meio da Defesa Civil, realiza o monitoramento dos municípios que deverão ser afetados pela cheia dos rios este ano. Segundo o último levantamento feito pelo órgão, 12 municípios encontram-se em situação de atenção, seis municípios em situação de alerta, e cinco cidades seguem em situação de emergência.

O acompanhamento tem como objetivo subsidiar, tanto as ações da Defesa Civil em conjunto com as prefeituras municipais, quanto as tomadas de decisões por parte do órgão.

O levantamento de dados é realizado por meio do Subcomando de Ações de Proteção e Defesa Civil, através do Centro de Monitoramento e Alerta (Cemoa) e da gerência regional, que realiza, diariamente, o acompanhamento com os coordenadores de cada município.

Segundo a meteorologista do Cemoa, Patrícia Guimarães, nos próximos sete dias, a previsão é de condições favoráveis para acumulados de chuva significativos sobre o estado. Esperam-se eventos de precipitação entre 20 – 70 mm de chuva sobre o Amazonas.

Nas calhas do Alto Rio Negro, Juruá, Purus, Alto Madeira e Baixo Amazonas, são esperados acumulados significativos, entre 80 – 150 mm. A Defesa Civil destaca, ainda, acumulados de precipitação de até 200 mm sobre o Sul da Venezuela, cabeceira do Rio Negro; e sobre o Peru e Bolívia, cabeceiras do Juruá, Purus e Madeira.

O Cemoa destaca, ainda, a importância de atenção especial às áreas mais vulneráveis.

Panorama Atual das Calhas
– Status de Transbordamento: Bacia do Juruá e Bacia do Purus
– Status de Atenção: Bacias do Madeira, Alto Solimões, Médio Solimões, Baixo Solimões, Médio Amazonas, Baixo Amazonas e Rio Negro

Panorama dos municípios
– Situação de ATENÇÃO: 12 municípios
Calha do Madeira: Humaitá, Manicoré
Calha do Alto Solimões: Tabatinga, S. Paulo de Olivença, Amaturá, S. Antônio do Içá
Calha do Médio Solimões: Fonte Boa
Calha do Baixo Solimões: Manacapuru, Careiro da Várzea
Calha do Médio Amazonas: Itacoatiara
Calha do Baixo Amazonas: Parintins
Calha do Rio Negro: Manaus

– Situação de ALERTA: 6 municípios
Calha do Juruá: Itamarati
Calha do Purus: Pauini, Lábrea, Canutama
Calha do Madeira: Borba, Nova Olinda do Norte

– Situação de EMERGÊNCIA: 5 municípios
Calha do Juruá: Guajará, Ipixuna, Envira, Eirunepé
Calha do Purus: Boca do Acre
Os demais municípios encontram-se em situação de normalidade quanto ao nível dos rios.

 

Fonte: Secom

Foto: Divulgação