A corrida eleitoral que vai apontar a nova direção da Federação Amazonense de Futebol (FAF) ganhou um novo capítulo. Nesta quinta-feira (27/01), o grupo de oposição, liderado por Ednailzon Rozenha e Eufrásio Assis, divulgou manifesto no qual mostra ter o apoio de 40 ligas e 11 clubes. Além do apoio da maioria, a chapa “A mudança vai chegar” mostra preocupação com possíveis manobras em relação ao pleito. Conforme prevê o Estatuto da FAF, a eleição deve acontecer até o final de fevereiro, obedecendo assim a regra que diz que o processo eleitoral na entidade acontece 10 meses antes do fim do mandato em vigor.

 

 

“Queríamos informar também, que não aceitaremos nenhuma manobra suspeita, como ocorreu em outras oportunidades (e não foram poucas) e já estamos percebendo de maneira subliminar novamente na resolução 001 datada de 13 de janeiro e postada somente em 25/01, mais uma destas manobras, infelizmente. Queremos o correto, somente o correto, queremos o cumprimento do estatuto, que marca eleição para os 10 meses anteriores ao final do mandato atual, ou seja, a eleição tem que ocorrer até o final de fevereiro, também lutaremos por isso!”, diz a nota divulgada por Rozenha e Eufrásio.

 

 

Nos bastidores do futebol amazonense, é especulado que a federação quer jogar a eleição para o final do ano. O grupo de oposição, porém, defende a manutenção das datas e critérios da votação. O atual presidente, Dissica Valério Tomaz, tem mais de 30 anos no comando da FAF. “Aos membros da executiva atual da federação, queremos avisar que não somos leigos. Para mantê-los no poder quando tinham a maioria, todos podiam votar, agora que está claro que não existem mais votos favoráveis a permanência do julgo e do quase cartel que se enraizou nos porões do alicerce da direção do futebol Amazonense, mais precisamente na FAF, querem mudar as regras do jogo e exigir documentos que não eram exigidos antes, jamais permitiremos isso! As mordaças caíram juntamente com as máscaras, Basta! Chega! Acabou”, afirma o manifesto. Lançamento; Esta semana, a chapa formada por Luis Mitoso, presidente do Manaus FC, e Pedro Augusto Oliveira, atual vice-presidente da FAF, foi anunciada à imprensa. Até agora são dois grupos disputando o comando da federação.

Texto: Emanuel Mendes Siqueira (92) 99122-3785 Fotos: Divulgação