Foto: Matheus Ponce

No dia em que se comemora o dia da Visibilidade Trans, a deputada Joana Darc (PL), destacou projetos voltados para as Pessoas Trans no Amazonas, como o que garante o direito ao uso do nome social por pessoas Travestis e transexuais, através do PL nº 448/2021 que Institui a “Carteira de Identificação de Nome Social – CINS”.

Para a deputada Joana Darc o respeito é o primeiro passo para garantir o direito das pessoas Trans. E os projetos apresentados, entre eles, a Carteira de Identificação de Nome Social, vai proteger essas pessoas da discriminação e preconceito.

“As pessoas declaradas travestis ou transexuais não poderem utilizar o nome social, é uma violação dos preceitos fundamentais da Constituição, tais como a dignidade da pessoa humana, à discriminação, a igualdade, a liberdade e a privacidade”, citou Joana.

O projeto está em tramitação na casa Legislativa, na Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR) aguardando pararem do relator.

Selo Igualdade Trans.

Outro projeto apresentado pela deputada Joana Darc, o qual, dispõe sobre a obrigatoriedade das empresas de segurança privada a realizarem cursos de capacitação com foco no combate ao racismo, LGBTFobia e direitos humanos para seus trabalhadores como pré-requisito para contratação.

Caminhada ao combate de LGTBFobia

O presente projeto de lei tem como objetivo fortalecer a união do movimento, abordando, durante a caminhada, temas contra o preconceito, quais os direitos constitucionais, a ideologia de gênero, a comunicação e o respeito, visando à dignidade e diversidade humana em nosso Estado.

 

 

Fonte: Assessoria de Imprensa da Dep. Joana D’arc

Foto: Matheus Ponce