TCE


Mais de 264 famílias das comunidades da Sharp e Manaus 2000 foram reassentadas em nova fase do programa

‘Era uma expectativa grande, principalmente, agora, que chegaram as chuvas. A gente espera encontrar um lugar mais seguro’, relatou Amanda Leal, ex-moradora da Comunidade da Sharp, que viveu na região por 20 anos. A industriária faz parte dos beneficiários reassentados pelo Programa Social e Ambiental de Manaus e Interior (Prosamin+), que compõe uma das linhas de atendimento do Amazonas Meu Lar, maior programa de habitação do Estado.

Na segunda-feira (27/11), o governador Wilson Lima realizou o pagamento de indenizações, bônus, auxílio e outras soluções de moradia para mais de 264 famílias da Sharp, na zona leste, e Manaus 2000, zona sul. Os pagamentos realizados nesta ação somam R$ 28,7 milhões na forma de indenização, bônus, bolsa e auxílio, além de fundo de comércio.

A industriária Amanda define o novo momento como a realização de um sonho. Mãe de um bebê de 6 meses, agora, a jovem terá a tranquilidade de uma moradia digna. Ela acredita que o reassentamento tem mudado a vida da população.

“Hoje eu encontro muitas pessoas que estão tendo uma vida bem melhor. É uma esperança de que a gente vai encontrar um lugar melhor e mais seguro, principalmente para ele, um lugar melhor para ele brincar”, afirmou Amanda, sobre ter um lugar seguro para o filho.

Ana Luzia Santos, 64, também recebeu indenização e vai sair da Comunidade Manaus 2000. Depois de 10 anos morando em área de risco, a dona de casa relata que uma casa digna era um sonho que agora poderá realizar.

“Eu já passei muita dificuldade. Ali (Manaus 2000) eu subo muita escada. Apareceu problema no rim, no joelho. E eu agradeço muito a Deus por essa benção. Eu sempre quis sair de lá, mas não tinha condição”, disse dona Ana Luzia.

Prosamin+

O programa Prosamin+ é coordenado pela Unidade Gestora de Projetos Sociais (UGPE), vinculado à Secretaria de Estado de Desenvolvimento Urbano e Metropolitano (Sedurb), e conta com a parceria da Superintendência de Habitação (Suhab), responsável pelo atendimento social e jurídico das famílias no processo de pagamento das indenizações e demais soluções de moradia.

O programa vai beneficiar mais de 60 mil pessoas, com obras de saneamento básico, drenagem urbana, habitações, parques e praças, novas vias e equipamentos públicos.

As ações de reassentamento nas comunidades da Sharp e Manaus 2000 iniciaram em outubro de 2022 e, segundo o governador Wilson Lima, já alcançam 40% da meta atual do programa, que é reassentar quase 2,8 mil famílias.

 

Fonte: Secom

Foto: Alex Pazuello