InícioEDUCAÇÃOEducação: inteligência artificial pode otimizar rotina pedagógica de instituições de ensino

Educação: inteligência artificial pode otimizar rotina pedagógica de instituições de ensino

É importante analisar como a IA pode otimizar as atividades dos professores e ter um impacto positivo no aprendizados dos alunos

A inteligência artificial na educação é uma questão que precisa da atenção de instituições de ensino. Ela é uma possibilidade resultante da transformação digitalque chegou para facilitar o dia a dia dos profissionais, além de melhorar a qualidade de ensino e aprendizagem dos alunos. Com as metodologias integradas a tecnologias educacionais adequadas, é possível desenvolver ambientes de aprendizados personalizados, otimizando a comunicação entre diretores, professores e alunos.

Apesar de seus estudos terem começado há muito tempo, a Inteligência Artificial vem ganhando força real no período recente. No contexto da educação, é importante pensar em como a IA pode ser relevante para as escolas, seja na aprendizagem ou na otimização das atividades do professor. É imprescindível que gestores, coordenadores e professores estejam envolvidos nos debates sobre os avanços e as novas tendências da tecnologia.

As novas tecnologias chegaram para aprimorar o ensino e o processo de aprendizagem. Entender como funciona cada uma delas é fundamental para se adaptar às novas metodologias educacionais, que exigem cada vez mais de alunos, professores e instituições de ensino. Explico melhor sobre esse tema a seguir:

Quais os impactos da Inteligência Artificial na educação? 

inteligência artificial impacta significativamente na educação, transformando a maneira como os alunos aprendem e os professores ensinam. A adoção da IA tem dois caminhos: o primeiro deles é a assistência ao professor, chamada de teacher assistant, e o segundo, relacionado à tutoria direta ao aluno. Ambos com possibilidade de promover uma grande repercussão no processo educacional.

Como a IA pode ajudar com a atuação dos professores?

Introduzir a IA na escola é uma ótima maneira de preparar os alunos para o futuro e ajudá-los a desenvolver habilidades em áreas como resolução de problemas, pensamento crítico e criatividade. Do lado do professor, a tecnologia é usada para aprimorar a atuação como mediador e curador do conteúdo. O dia a dia deles é cheio de atividades que vão além das tarefas feitas em sala de aula. Como com tarefas anteriores (plano de aula, seleção de principais objetivos da aula, etc), ou posteriores às aulas (correção de exercícios, correção de provas, etc). Nessas frentes, em que tempo é um empecilho, a utilização dessa tecnologia será um grande aliado na vida dos docentes.

Quais os benefícios para as escolas e instituições de ensino?

A utilização da Inteligência Artificial na educação pode trazer benefícios significativos, incluindo a otimização do tempo. A IA tem o potencial de automatizar tarefas rotineiras e repetitivas, liberando tempo para que os educadores se concentrem em atividades que requerem habilidades humanas, como orientação individualizada, feedback personalizado e interações sociais. Um benefício não muito falado do uso da IA é o fato de o aluno ficar por dentro das tecnologias que surgem. Inclusive, é uma das competências garantidas aos estudantes de Educação Básica pela BNCC – nova Base Nacional Comum Curricular – que trata de cultura digital. À medida que usamos essas ferramentas nas escolas, também conseguimos trabalhar com eles os comportamentos digitais.

Quais os cuidados com o uso da Inteligência Artificial na escola? 

O uso da inteligência artificial na escola também requer cuidados para sua eficácia na educação. Um deles é garantir que haja pensamento crítico, para que o aluno consiga mediar o conteúdo, e construir em cima do que está sendo proposto. Outro ponto é o seu uso para burlar o sistema, como, por exemplo, usar o ChatGPT para fazer uma redação. Mas, já é consenso entre educadores sobre a necessidade de se trabalhar questões éticas e sociais envolvendo plágio, cola e situações similares, para que os estudantes consigam fazer um bom uso das ferramentas tecnológicas. Esse é um desafio que as escolas enfrentam com os alunos, mas que precisamos falar sobre isso, preparando-os para este mundo digital, no qual estão expostos e inseridos.

A conclusão disso tudo…

A inteligência artificial aplicada na educação tem o potencial de estimular a aprendizagem, facilitar o ensino e medir o desempenho dos alunos de várias maneiras. Algumas razões pelas quais isso pode acontecer são: a personalização da aprendizagem (pode ser usado para criar sistemas de ensino personalizado, nos quais o conteúdo e o ritmo de aprendizagem são adaptados individualmente para cada aluno) e feedback imediato e adaptativo. No entanto, é importante destacar que a IA na educação não substitui a importância dos educadores. Ela é uma ferramenta complementar, que pode melhorar e aprimorar o processo educacional. Mas o papel do professor continua sendo crucial para orientar, motivar e inspirar os alunos.

 

Fonte: Portal Exame

Foto: Divulgação



Artigos Relacionados

LEIA MAIS