InícioEDUCAÇÃOEleições dos grêmios estudantis movimenta alunos da rede municipal de Manaus

Eleições dos grêmios estudantis movimenta alunos da rede municipal de Manaus

Visando a promoção do protagonismo infantojuvenil, a Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed), promoveu, nesta quinta-feira, 4/5, o “Dia D das Eleições dos Grêmios Estudantis”, em 297 escolas de ensino fundamental anos iniciais e finais, escola indígena e com modalidade Educação de Jovens e Adultos (EJA).

O Grêmio Estudantil é o órgão máximo de representação dos estudantes das unidades de ensino com objetivo de defender os direitos e interesses, exercitando a aprendizagem ética cidadã. É uma organização sem fins lucrativos que tem fins cívicos, culturais, educacionais, desportivos e sociais.

Na escola municipal Joaquim da Silva Pinto, no bairro Crespo, zona Sul, a secretária de Educação, professora Dulce Almeida, conversou com o presidente do grêmio eleito por aclamação, Salomão Figueira, do 4º ano. Durante o diálogo, ela explicou a importância do momento para a educação.

“O prefeito de Manaus, David Almeida, ele também já foi um menino de periferia, e eu uma menina. Nós somos periferia. Hoje, Salomão é um menino, mas daqui a um tempo vai ser um homem, e todos vocês, daqui a pouco serão homens e mulheres que com certeza trarão aos papais e às mamães de vocês muita felicidade, muito orgulho, porque é para isso que nós trabalhamos, é para isso que lutamos a cada dia pelos nossos filhos”, ressaltou a secretária.

Durante o discurso de posse, Salomão prometeu aos colegas, que no mandato de dois anos, ele ouvirá todo o corpo discente e vai procurar intermediar com a gestão da unidade, os interesses dos estudantes.

“Com base nesses pedidos, vou organizar propostas que farão bem para alunos e professores de toda a comunidade escolar. Lembrando que sempre atenderemos com atenção as ideias e opiniões de todos os alunos, sendo um direito dos mesmos a ter participação nas atividades do Grêmio”, completou.

Função 

Os 297 grêmios constituídos em 2023 se juntam aos 28 que já estavam ativos e surgiram em 2022, totalizando 325. Para ter um grêmio, a gestão da escola precisa ser participativa e ter iniciativa de solicitar, bem como o corpo de alunos tem que exercer a vontade de participar democraticamente da gestão escolar.

Todos os grêmios constituídos vão auxiliar a gestão escolar, participando do projeto Busca Ativa Estudantil, realizando a ação Juventude Consciente, para promover o engajamento dos estudantes nas práticas pedagógicas, na autonomia e na capacidade para tomar decisões. Eles vão desenvolver projetos conforme os eixos: cultural, literário, artes, promoção da saúde, esporte, lazer, comunicação, tecnologia, meio ambiente e empreendedorismo, sob a orientação dos projetos e programas do plano de governo.

Ao todo, as atividades do Grêmio devem reunir, ao longo do ano, mais de 87.800 pessoas entre alunos, professores e gestores.

Fonte:Semed
Fotos – Mário Oliveira

Artigos Relacionados

LEIA MAIS