InícioCULTURAEm Outubro, Maués será palco da discussão mundial sobre sustentabilidade e ciência...

Em Outubro, Maués será palco da discussão mundial sobre sustentabilidade e ciência na Amazônia

Além do debate ambiental e da discussão sobre novos investimentos sustentáveis, Maués atrairá artistas internacionais

Maués, conhecida como Terra do Guaraná, entra para a história no Amazonas, no dia 07 de outubro, como a cidade que promoverá uma agenda de debates sobre sustentabilidade e ciência a nível mundial, com a 1ª edição do evento “Sthorm Festival Maués” na Amazônia.

Nomes como Matt Sorum (Guns’n’Roses e Velvet Revolver), Bob Richards (cofundador da Space University e da Singularity University), Scott Bagby (Skype), Sue Ann Clemens (professora de Saúde Global, Vacinologia e Doenças Infecciosas Pediátricas na Universidade de Oxford) e Fábio Calderaro (Gestor do Centro de Biotecnologia da Amazônia – CBA) estarão no evento que é realizado pela Prefeitura de Maués e tem o apoio do Governo do Amazonas, além da promoção da empresa Ecko Produções.

O festival promete uma rica programação voltada ao uso de novas tecnologias que auxiliem no cuidado com o meio ambiente, a saúde pública e o desenvolvimento sustentável de Maués e do Amazonas. Entre as atrações, está prevista uma série de palestras e debates sobre soluções que podem realmente ajudar a tornar o mundo um lugar melhor, desde performances cativantes de artistas lendários a discussões instigantes com renomados cientistas de todo o mundo. O Sthorm Festival Maués promete uma verdadeira celebração de criatividade, inovação e impacto positivo, além de fomentar o turismo na região.

Para o prefeito de Maués, Junior Leite, o evento vai debater a Amazônia a partir da floresta com a realidade local, e sobretudo abrir perspectivas de novas frentes de desenvolvimento econômico para a região, pautadas na sustentabilidade.

“Nós teremos a oportunidade de ouvir grandes cabeças falando sobre sustentabilidade, tecnologia e arte. O objetivo é atrair investimentos, atrair tecnologias, novas abordagens; investimentos para melhorar nossas cadeias produtivas e trocar saberes, mas, sobretudo que as pessoas olhem a Amazônia de dentro para fora e que a gente possa falar de sustentabilidade, de floresta, das nossas tradições daqui. A gente está acostumado a ver tantos ativistas falando nos grandes eixos no sul, sudeste, falando em São Paulo, no Rio (de Janeiro). Agora, não, eles falarão a partir da Amazônia e da Amazônia profunda, de uma cidadezinha linda no interior do Amazonas. Eu espero que essa vitrine que nós daremos do Amazonas para o mundo traga bons frutos para nossa gente, eu não tenho dúvida que trará”, comentou o prefeito.

Para Fábio Calderaro, do Centro de Biotecnologia da Amazônia (CBA), o evento inédito na Amazônia vai ser uma vitrine para a atração de negócios oriundos deste segmento. “O festival já existe. O que o prefeito Júnior fez, foi trazer o festival de forma inédita para o interior do Amazonas, dar ressonância, colocar Maués e o Amazonas numa vitrine Internacional para trazer soluções nas mais diversas áreas, como sustentabilidade, serviços ambientais, educação, saúde, tecnologia, biotecnologia; dar ressonância à cultura tradicional daqui. Mostrar o que o povo ribeirinho, o povo indígena pode ensinar para o mundo e não só isso; atrair investimentos para empresas, estimular que empresas de biotecnologia utilizem os insumos da nossa região, das nossas cadeias produtivas e plugar em mercados mais sofisticados”, explicou Calderaro.

A diretora da Ecko Produções, Pamela Mota, destacou a importância da realização do evento em Maués. “Quero parabenizar o prefeito Júnior pela iniciativa de levar um evento dessa magnitude à Maués. Um tema que está altamente em alta e que na verdade é o tema do presente e do futuro, para grandes visionários como o senhor (prefeito Júnior Leite). O evento vem de encontro ao que a Ecko se propõe a fazer; já é um tipo de evento que nós há alguns anos já viemos realizando”, disse a diretora.

Sthorm

A Sthorm é um centro de inteligência brasileiro que se dedica ao desenvolvimento tecnológico e às descobertas científicas para resolver problemas globais. A segunda edição do Sthorm Festival ocorre em 30 de setembro, em Piracicaba (SP). “O Sthorm Festival não é apenas um evento, é um movimento alimentado pela força que nos impulsiona em direção a um futuro mais saudável e resiliente”, diz Pablo Lobo. “Estamos, há anos, desenvolvendo iniciativas que tragam impacto positivo para o meio ambiente e a sociedade, melhorando o acesso das comunidades à saúde de qualidade e implementando projetos que permitam a subsistência de seus habitantes alinhada à preservação do meio ambiente. A parceria com a Prefeitura de Maués é um passo importante nessa missão e estamos ansiosos em poder não apenas celebrar, mas viabilizar projetos de impacto real e atrair a atenção do mundo para a região amazônica”.

Uma dessas iniciativas, de acordo com Pablo Lobo, é a PlanetaryX, uma plataforma inovadora de tecnologia climática para regeneração ambiental que, por meio da comercialização de Ativos de Conservação de Bioma (BCAs), apoia a autonomia de comunidades locais, oferecendo recursos financeiros adequados para a implementação de projetos sociais e de subsistência que garantam a conservação da fauna e flora da região.

Para garantir o cuidado com o meio ambiente e com a comunidade local, o Sthorm Festival Maués terá um número restrito de convidados.

Acompanhe detalhes do evento no www.instagram.com/sthorm.io/.

 

Fonte: Ekco Produções e Eventos

Foto: Divulgação


Artigos Relacionados

LEIA MAIS