TCE


Atualmente, a comunidade conta com 700 habitantes

Com objetivo de atender às necessidades da comunidade e fortalecer o desenvolvimento sustentável e cultural dos indígenas, a Fundação Estadual do Índio (FEI) realizou, na terça-feira (22/08), a entrega da revitalização da comunidade indígena (Associação Etnoambiental Beija-Flor), localizada em Rio Preto da Eva (a 57 quilômetros de Manaus), com diversas melhorias que visam assegurar a integridade dos moradores e a preservação etnocultural do espaço.

No local ocorreu a manutenção do espaço e a construção da maloca para realização das suas manifestações e exposições culturais. A comunidade é composta por indígenas das etnias como Saterê-mawe, Tukano, Tuyuca, Dessano, Baniwa, Apurinã, Kokama, Baré , Kambeba, Marubo e Mura.

Durante a entrega, o morador Barnabé Campos, agradeceu o apoio da FEI pela iniciativa que vai beneficiar e melhorar a qualidade de vida dos indígenas na aldeia.

“Queremos agradecer o apoio da fundação, juntamente com o deputado, por essa entrega, pois estamos muito felizes com o trabalho que foi realizado aqui na nossa comunidade, agora vamos poder realizar mais eventos culturais, esportivos e sociais aqui na Beija-Flor”, disse Barnabé Tukano.

Para o diretor-presidente, Sinésio Trovão, a fundação vem trabalhando para criar um vínculo mais próximo com as comunidades indígenas de todo o Amazonas e fortalecer as políticas públicas de etnodesenvolvimento.

“Nós, Governo do Estado, temos o compromisso em garantir a integridade dos nossos parentes. Logo, estamos sempre trabalhando e dando andamento em nossos projetos para melhorar a qualidade de vida dos nossos parentes”, destacou Trovão.

O recurso foi oriundo de emenda parlamentar do deputado estadual João Luiz, com intuito de apoiar as ações e as políticas públicas indigenistas no Amazonas.

 

FOTOS:  Divulgação/FEI