O Governador Wilson Lima autorizou, na noite desta quarta-feira (03), a ampliação do corte de convocação para o teste de aptidão física (TAF) e a avaliação psicológica, aumentando de três para seis vezes mais a quantidade de classificados para a etapa final do concurso para o Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas.

“É uma grande oportunidade para todos os concurseiros, que esperam tanto por essa oportunidade, de ingressas na nossa tropa. Estamos esperando por todos com muita energia”, disse o Governador. Essa decisão veio de encontro ao desejo do Coronel Bonates, que ocupava o cargo de secretário de Segurança este processo foi iniciado.

“Foi com muita alegria que recebi essa informação Foi na minha gestão como secretário de Segurança que esse processo seletivo foi iniciado. Fico muito feliz em ver ele sendo ampliado e em breve concluído”, disse o Coronel Bonates.

Essa ampliação significa que vai dobrar o número de aprovados nas últimas fases do concurso. “E os que não forem aprovados no final, podem ser colocados em um cadastro de reserva”, completa o Coronel Bonates.

Este é o primeiro concurso para a Polícia Militar e para o Corpo de Bombeiros nos últimos 11 anos. Por isso, o governador Wilson Lima determinou celeridade no processo conclusão. Somente no concurso da Polícia Militar estão previstas 1.350 vagas para soldados e oficiais. Já o Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas está oferecendo 453 vagas.

Foto: divulgação