TCE


Manaus – Durante manifestação realizada nesta segunda-feira, (08) em frente à Câmara Municipal de Manaus (CMM), os profissionais da Educação cobraram que os vereadores assinem a CPI da Secretaria Municipal de Educação (Semed) e do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), proposta pelo vereador Rodrigo Guedes (Podemos) para investigar irregularidades na pasta e no pagamento do Fundo.

Em dezembro, o prefeito de Manaus, David Almeida anunciou que o recurso não seria pago em 2023, com a justificativa de que a Prefeitura de Manaus não possui saldo para realizar o pagamento. No período, Guedes foi procurado pelos profissionais da educação de Manaus que solicitaram investigação de uma CPI sobre a falta de pagamento do recurso.

“Eu recebi o pedido dos profissionais da Educação e me comprometi publicamente em fazer o requerimento de criação da CPI, o que foi feito, vamos cobrar que os vereadores assinem. Vamos ver quem está ao lado do povo ou para proteger o Prefeito”, cobrou Guedes.

Na ocasião, o requerimento da CPI recebeu assinatura do vereador Capitão Carpê (Republicanos). Para ser instaurada, é necessário que o documento receba mais doze assinaturas.

Texto: Beatriz Araújo – Assessoria de Comunicação do vereador
Foto: Kelvin Dinelli