O usuário de drogas Leonardo Campos Nogueira, 24, foi o autor do incêndio que destruiu seis casas e deixou várias famílias desabrigadas na madrugada desta quinta-feira, 19, no beco São Lourenço, centro de Manaus, Zona Sul.

De acordo com os moradores flagelados após as casas serem completamente destruídas pelo fogo, o usuário de drogas discutiu com a mulher com quem vive, foi embora de casa e quando voltou de madrugada Leonardo trouxe a gasolina que usou para iniciar o incêndio.

O que mais indignou os moradores que ficaram seus lares foi que durante a briga de Leonardo com sua mulher uma equipe de policiais militares foi chamada, prendeu e depois liberou o usuário de drogas.

Leonardo resolveu se vingar da mulher e provocou toda a tragédia que deixou seis famílias sem as casas onde moravam, porque todas foram atingidas no incêndio e inclusive, os eletrodomésticos, roupas e quase todos os móveis foram queimados.

Apesar de provocar a enorme destruição de casas da vila situada no beco em pleno centro da cidade, o usuário de drogas conseguiu fugir e até a tarde desta quinta-feira, Leonardo ainda não havia sido preso.

Os próprios moradores chegaram a procurar pelo usuário de drogas e disseram que se tivessem encontrado esse “vagabundo” teriam feito “justiça com as próprias mãos, amarrando e jogando Leonardo no meio do fogo para morrer queimado e pagar pela desgraça que fez”.

O Corpo de Bombeiros chegou ao local pouco tempo depois do incêndio, mas chamas se propagaram rapidamente pelas casas da vila e todas destruídas para tristeza e flagelo total de seus moradores.

Uma equipe da Defesa Civil estava no local durante a manhã de hoje, foi feito o cadastro de todas as famílias que perderam seus imóveis, além dos objetos e as roupas, para serem incluídas no programa social do governo que deve conceder o auxílio aluguel.