Após ouvir os moradores das comunidades do Rosarinho e Sampaio, no município de Autazes (a 108 km de Manaus), a deputada Joana Darc solicitou ao Superintendente Regional do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), senhor Afonso Luiz Costa Lins Júnior, um estudo de viabilidade e construção de um porto nas comunidades.

De acordo com a parlamentar, a construção dos portos nas referidas comunidades promoverá o desenvolvimento socioeconômico das comunidades e seus moradores.“O porto constitui um instrumento essencial para o crescimento e desenvolvimento social e econômico, sendo imprescindível para a população local”, destacou Joana.

Joana Darc destacou ainda que esse é um anseio antigo dos moradores das comunidades e pontuou que a Comunidade Rosarinho, por exemplo, há muito tempo vem enfrentando sérias dificuldades no que diz respeito a atracação de embarcação e locomoção de pessoas e produtos na área, tendo acesso somente por meio terrestre.

“O porto é um anseio dos moradores das Comunidades do Rosarinho e Sampaio que não têm local adequado para o embarque de passageiros, escoamento de produtos agrícolas, estivas e, inclusive, veículos.

Melhorias nos serviços de telefonia móvel

Ainda pensando em melhorias para a população da Comunidade Sampaio, em Autazes, a deputada Joana Darc solicitou aos diretores-presidentes das concessionárias de telefonia e internet móvel Vivo, Tim e Claro, a implementação de torre de telefonia e internet móvel na comunidade.

Joana Darc defende que a comunicação é um dos fatores de grande importância para uma sociedade. Trata-se de um serviço de caráter essencial, o qual deve ser ofertado a toda população, de modo que o referido serviço deve ser digno e de qualidade.

“Reside na comunidade um número significativo de famílias amazonenses,e todos estão sendo prejudicados pela falta da torre de sinal de internet e de telefonia móvel, uma vez que, encontram-se isolados no que diz respeito aos serviços de telecomunicação”, justificou a parlamentar.

 

Fonte: Assessoria de Imprensa da Dep. Joana D’arc

Foto: Fabio Romão