MANAUS – Luiz Paulo Soares de Araújo, cometeu suicídio na noite desta quarta-feira (27), na passarela da Avenida Djalma Batista e Boulevard Álvaro Maia, na Zona Centro-Sul de Manaus. Ele amarrou uma corda no pescoço e se jogou da passarela.

De acordo com as informações, o jovem sofria de depressão e planejava cometer o ato desde julho, tendo inclusive uma pasta no google drive com diversas imagens da passarela da Av. Djalma Batista e conversas com uma mulher que também queria tomar a mesma atitude. Além disso, em uma série de publicações no Twitter, ele anunciou o que iria fazer.

O jovem teria até filmado o local pouco antes de fazer o ato. Várias pessoas que passavam pelo local gritaram para que ele não fizesse aquilo, mas ele não voltou atrás. Após o caso, chegou a público uma suposta mensagem do jovem. Confira:

“Algumas das coisas que vou mencionar são coisas que carreguei comigo na minha última tentativa de suicídio, onde tive certeza de que teria sucesso. (E foi quase um sucesso.)

Pensamentos: O processo de morte pode ser uma série de experiências e não vou ser ingênuo a isso. Pode ser como um sonho ou talvez apenas como ir dormir. Ou pode ser como desmaiar, Podia ser melhor do que qualquer droga no universo e Se for assustador ou doloroso ou ambos: eu aceito e entendo se é isso que está nas minhas cartas.

Tudo é temporário – viver e morrer são momentos verdadeiramente inevitáveis ​​no final, como todos os outros. Tente não sair com o coração pesado – é estresse desnecessário quando minha decisão já foi tomada. Tento me permitir ceder para não lutar. Para apenas deixar ir. Para abraçar.”