TCE
Pode parecer incomum pendurar uma câmera no quarto de seus filhos, mas Ashley LeMay, mãe de quatro filhos, precisava comprar uma câmera para poder proteger seus filhos. O que ela descobriu foi algo que a assustou muito.
 A americana mora com o marido e quatro filhos em uma pequena cidade no estado do Mississippi. As crianças estão sempre ocupadas. Por exemplo, eles gostam de se vestir e brincar de esconde-esconde. Eles poderiam correr pela casa por dias. Mas essa agitação não é a maior preocupação de Ashley .
Uma de suas filhas, com apenas quatro anos de idade, tem uma condição médica na qual tem ataques periódicos. Essa condição não é fatal, mas ela deve ser vigiada de perto. Por isso, Ashley decidiu expandir suas opções.
Ashley costuma trabalhar à noite como pesquisadora em um hospital. Por causa disso, ela não pode acompanhar de perto a filha. Claro, seu marido podia ficar de olho nas coisas, mas ela não achava que isso fosse suficiente. Foi por isso que ela decidiu fazer algo um pouco mais radical.
Na sexta-feira negra, Ashley LeMay viu que as câmeras da “Ring Security Systems” estavam à venda e ela não hesitou. Ela comprou uma câmera e a levou para casa, esperando que isso oferecesse uma solução para o seu problema. Mas isso não acabou sendo o caso.
Alguns dias após a instalação da câmera, aconteceu algo inesperado. Era 4 de dezembro, quando Alyssa, de 8 anos, ouviu barulhos estranhos vindos do quarto que compartilha com a irmã. Alyssa estava curiosa e ela entrou. Uma vez no quarto, ela ouviu algo que a assustou muito.
Uma voz desconhecida começou a falar com ela. “Olá”, disse a voz de um homem. Alyssa ficou totalmente em choque. Ela nunca tinha ouvido nada assim e não sabia de onde vinha o som. Ela começou a andar pelo quarto pegando em brinquedos para ver se o barulho estranho estava vindo dali. Mas então aconteceu algo que a assustou completamente.
De repente, a voz desconhecida começou a gritar coisas estranhas, até Alyssa não aguentar mais. Ela gritou: “O quê? Eu não consigo ouvir!” A garota estava em pânico e não sabia o que fazer. Mas se você achava que as coisas não podiam ficar mais assustadoras, o impensável aconteceu.
De repente, a voz que vinha da câmera começou a cantarolar uma música assustadora, como uma música de um filme de terror assustador. Quando Alyssa ouviu isso, ela não podia mais controlar suas emoções e entrou em pânico. O que aconteceu foi completamente bizarro.
O hacker incentivou Alyssa a ridicularizar sua mãe. Alyssa não aguentou e começou a chorar. Então a voz da câmera disse: “Vamos garota, fale comigo!” Em resposta, Alyssa disse, chorando: “Mamãe, é você?” O hacker respondeu com algo estranho .
O hacker disse com uma voz assustadora: “Eu sou seu melhor amigo. Você pode fazer o que quiser. Você pode virar o quarto de cabeça para baixo; você pode destruir sua TV. Você pode fazer o que quiser!” “Quem é aquele?” Alyssa repetiu preocupada. Não muito depois, ela chegou a uma descoberta. Espere até você aprender quem era .
“Eu sou o seu maior pesadelo”, disse a voz da câmera. Alyssa não aguentou mais e gritou: “Não sei quem você é” e saiu correndo da sala. Demorou um pouco para os pais de Alyssa perceberem o que tinha acontecido. Ashley recebeu um telefonema perturbador do marido …
O marido perguntou se ela estava brincando com os filhos. Ela negou. Ashley então olhou para o aplicativo Ring e percebeu que a voz do quarto não era do marido. Ela correu para casa o mais rápido que pôde. Lá, a família ligou para a Ring, esperando poder ajudar.
Ashley tentou descobrir as intenções do hacker: “Não acho que seja coincidência o fato de eu ter quatro garotas e o hacker estar tentando ganhar sua confiança”. Eles finalmente removeram a câmera do quarto. Mas eles não sabiam que tipo de material o hacker possuía. Não muito depois, eles fizeram uma descoberta chocante .
A Ring finalmente respondeu com um e-mail dizendo que atividades “separadas” foram observadas. A família LeMay não ficou satisfeita, por isso e continuou a entrar em contato com Ring. Toda vez, eles recebiam o correio de voz. Demorou três dias para colocar um funcionário na linha. A resposta deixou muito a desejar.
Em vez de pedir desculpas, o funcionário perguntou porque não protegeram a câmera com uma boa senha. Ashley ficou furiosa e se sentiu enganada. Ela gritou ao telefone que a reação da Ring não fazia sentido e que a empresa deveria ter vergonha. Finalmente, a Ring respondeu com uma declaração.

A Ring disse que eles levariam o assunto muito a sério e descobririam uma solução para o problema. Isso não foi suficiente para a família LeMay. As quatro filhas têm pesadelos com o evento, principalmente Alyssa. Pelo menos o evento fez com que a empresa Ring repensasse alguns aspectos de seus produtos. Pelo menos, é o que diz … Mas isso é verdade?
A família nunca esquecerá o evento, principalmente as crianças. Você pode ver que a tecnologia atual nem sempre oferece a proteção certa. Portanto, sempre verifique se você está ciente dos perigos da nova tecnologia.
Outras polêmicas com a empresas
No ano de 2020, outra polêmica envolvendo a empresa foi solta na internet por expor dados sem consentimentos dos usuários 
Segundo publicado no site UOL, A organização não-governamental EFF (Eletronic Frontier Foundation), que advoga pelos direitos civis na internet, denunciou a Ring, empresa de câmeras de vigilância adquirida pela Amazon em 2018, de disponibilizar dados a terceiros, sem o consentimento dos usuários.
Uma análise feita pela EFF no aplicativo da Ring para Android, revelou que dados como nome e localização dos dispositivos, nome dos usuários e emails eram fornecidos para o Facebook e outras três empresas de análise de dados.
Isso demonstra a facilidade de Invasão de Hacker. Em dezembro do mesmo ano, o site de notícias americano Buzzfeed descobriu que hackers tiveram acesso a dados como login e senha de quase 4.000 consumidores. A Ring afirmou à época que os dados não tinham sido obtidos por invasão do sistema, sem dar mais detalhes.