Em geral, associamos um shopping center à ideia de um lugar para comprar, passear, comer ou se divertir. Porém, há quem faça desse ambiente um lugar ideal para reunir com um cliente, discutir uma proposta de negócio ou mesmo celebrar o fechamento de uma parceria. Seria o shopping o novo business point para empresários, empreendedores e afins?

Segundo a consultora internacional em Marketing para varejo, Cintia Gontijo, sim. Frequentadora do Manauara Shopping, ela costuma realizar reuniões com vários de seus clientes no local. Ela diz que o ambiente e os “estímulos”, para empregar o mesmo termo usado por ela, são quase tão importantes na hora de fechar um negócio quanto as soluções e estratégias que ela vende a seus clientes.

“Quando você vai criar uma solução de negócios, não importa só você ter uma boa estratégia, uma boa solução. Importa também o ambiente, os estímulos que aquela pessoa com quem você está reunindo recebe para que a tendência dela seja um ‘sim’”. O Manauara Shopping proporciona isso, diz ela, que, em geral, costuma reunir na cafeteria da livraria Saraiva.

“Eu até brinco que o Manauara é pé-quente, porque eu já fechei vários negócios lá. Eu acho que uma coisa que é favorável em relação ao Manauara (como ‘business point’) é esse ambiente e arquitetura favorável, com diversidade de ambientes, segurança, climatização, etc”, diz ela, que já fez de entrevista de emprego com possível colaborador a jantar sofisticado com investidores de fora do estado no shopping.

Já o advogado especializado em defesa do consumidor Risonaldo Lima Júnior, mesmo tendo escritório próprio no bairro do Vieiralves, muitas vezes prefere reunir no Manauara Shopping com alguns de seus clientes, em virtude de aspectos como comodidade, centralização, diversidade de ambientes e, sobretudo, segurança.

“Eu já utilizava shoppings antes de ter escritório. No caso do Manauara, é perto da OAB e do local onde eu moro, então é muito conveniente para mim e para eles (clientes) utilizar o shopping”, diz ele, destacando também a variedade de ambientes do mall.

“A vantagem do Manauara é que ele oferece desde cafés e ambientes mais descontraídos até restaurantes que dão um ar de sofisticação, o que ajuda muito na hora de fechar um negócio”, disse ainda, citando como exemplos desde a praça de alimentação até o restaurante Umê, na passagem interior que liga o shopping ao prédio Cristal Tower.

Sobre o Manauara Shopping
Inaugurado em abril de 2009, o Manauara Shopping tem sua temática inspirada na fauna, na flora e na cultura da Amazônia, representados em grafismos, decoração, e mobiliários que possuem acabamento com cores e materiais do artesanato local. O “Encontro das Águas” dos rios Negro e Solimões, uma das maiores atrações turísticas de Manaus, inspirou o logotipo do empreendimento e está representado na cobertura do edifício.

Com 47 mil m² de ABL, possui 234 lojas distribuídas entre os seus quatro pisos: Buriti, Açaí, Tucumã e Castanheiras. Além de 13 lojas âncoras, Magic Games – espaço de jogos e diversões eletrônicas – e um teatro com 600 lugares.

O Manauara Shopping tem certificação na ISO 14001 (Meio Ambiente) concedidas em 2012 e ISO 45 (Saúde e Segurança) concedida em 2019. Possui também o Certificado de Excelência 2016, na categoria Compras do TripAdvisor, pela boa qualidade das avaliações que recebe de clientes e visitantes e está em terceiro lugar na categoria Pontos Turísticos da cidade de Manaus.

Sobre a Aliansce Sonae Shopping Centers
A Aliansce Sonae é a líder nacional no setor de shopping centers e a maior administradora do país. A companhia está presente nas cinco regiões brasileiras e tem um portfólio de 38 shoppings, com participação em 27 empreendimentos e a administração de 11 shoppings de terceiros.

 

Fonte: F5 Comunicação e Eventos Corporativos

Foto: Divulgação