*NOTA REPÚDIO E APOIO*

A Associação Amazonense do Ministério Público – AAMP, entidade representativa de classe que congrega Promotores e Procuradores de Justiça – por decisão de sua Diretoria –, vem a público apresentar o seu total apoio ao promotor de justiça e associado Dr. Alberto Rodrigues do Nascimento Júnior, ao tempo em que assevera que o Ministério Público é instituição permanente e fundamental ao desenvolvimento da Justiça e à proteção do interesse público e dos direitos humanos, especialmente a guarda do regime democrático. Assim, ataques ou campanhas difamatórias com ilações infundadas e rancorosas contra quem cumpre sua missão com zelo e reconhecimento social representam agressões severas ao Estado Democrático de Direito e ao regime republicano.

*As falas desconectadas da verdade feitas pelo Sr. Arthur Virgílio Neto e os ataques ao atual chefe da instituição, em discursos distribuídos em rede social, apenas evidenciam a tentativa de obter algum ganho político a partir de estratagema. A verdade é que o Ministério Público só tem um senhor: o povo; e a ele serve com toda devoção e impessoalidade. Ressalta-se que à Entidade Ministerial cabe a atuação com respeito à Constituição e aos princípios norteadores da justiça, de modo a garantir a todos os direitos fundamentais, independentemente das suas condições particulares. Portanto, opiniões infundadas e acusações descabidas não afastarão o nosso associado do seu mister ministerial, que é marcado por grande empenho, dedicação à causa pública e ao enfrentamento da criminalidade.*

Por fim, a Associação Amazonense do Ministério Público, reafirma o reconhecimento público ao trabalho do Dr. Alberto Rodrigues do Nascimento Júnior e presta-lhe total e irrestrito apoio, ao tempo que repudia toda e qualquer tentativa desmerecer a sua história eficiente, destemida, corajosa e dedicada em cumprimento incondicional dos seus deveres funcionais e legais, ressaltando que permanece atenta e adotará toda as medidas administrativas ou judiciais necessárias para defender os direitos e prerrogativas dos seus associados e associadas, fundamentais para o pleno exercício dos seus desideratos constitucionais.

Manaus, 26 de março de 2022.

Alessandro Samartin de Gouveia
Presidente da AAMP