Uma mulher de 52 anos, identificada como Celia Maria de Sá, relatou que foi agredida por cerca de 9 vizinhos após eles acharem que ela havia denunciado som alto para a polícia, em Palmital (SP).

Celia explicou em entrevista ao G1 Bauru, que dormia no dia em que foi agredida, na última sexta (15), após tomar remédio para tratamento de depressão. Ela contou que uma vizinha bateu no portão de sua casa durante a noite e ao abrir passou a ser agredida.

A vítima disse que foi atingida na costela, no pescoço, maxilar, seios e na cabeça durante a sessão de espancamento. Celia relatou ter sido questionada pelos suspeitos sobre a denúncia de som alto, mas as agressões continuaram mesmo após ela afirmar que não havia acionado a polícia.

A mulher foi salva após uma moradora intervir quando Celia já estava desmaiada. Ela foi socorrida e deve passar por exame de corpo delito. Segundo a polícia, os suspeitos foram identificados e ainda irão prestar depoimento.