TCE


Manaus – Carolina Carvalho Ramos, 20, suspeita de ter matado a facadas o próprio marido, Erlandio de Nascimento França, 45, ganhou liberdade provisória após um laudo do Instituto Médico Legal (IML) comprovar que ela era agredida pelo companheiro. O caso aconteceu em uma quitinete, na noite do domingo (6), na rua 13, bairro Novo Aleixo, zona leste de Manaus.

De acordo com as informações dos policiais militares da 27ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), o casal estava junto há pelo menos 3 anos e nesse período a mulher sofria diversas agressões por parte do marido. Por volta das 21h30 do domingo, a mulher entrou em luta corporal com o homem e acabou desferindo vários golpes de faca no indivíduo. Em seguida, a suspeita se dirigiu até o batalhão da Polícia Militar e confessou o que tinha acontecido.

A mulher foi encaminhada para o 6º Distrito Integrado de Polícia (DIP), na Cidade Nova, onde ela foi apresentada. Na unidade, ela ainda contou que tinha medo que o homem chegasse a agredir o filho deles também.

A equipe do Departamento de Polícia Técnico Científica (DPTC) esteve local para realizar a perícia e identificou que o homem foi morto com facadas no tórax e no coração. O corpo foi removido pelo Instituto Médico Legal (IML).

 

Fonte: D24