A Deputada Joana Darc (União Brasil), manifestou seu repúdio ao crime de estupro que aconteceu nesta segunda (11), a uma paciente que estava sedada no momento do parto cesário, cometido pelo médico anestesista Giovanni Quintella,  ocorrido numa Unidade Hospitalar, no Estado do Rio de Janeiro.

É assustador que em pleno 2022 isso ainda aconteça dentro de um local onde a mulher, no seu momento mais sublime, que é ter um filho, deveria ter o conforto e segurança, sofrer um ato violento desse. Um ato de extrema crueldade. Esse criminoso deve ser julgado severamente e colocado na cadeia imediatamente!“, disse.