Mundo – A Organização Mundial da Saúde (OMS) aprovou na quinta-feira (19), o uso emergencial da Convidecia, vacina anti-Covid produzida pela farmacêutica chinesa CanSino Biologics. O imunizante é administrado em dose única.

De acordo com a empresa, a vacina utiliza um adenovírus humano modificado que expressa a proteína Spike do SARS-CoV-2, com o objetivo de induzir a resposta imunológica no organismo.

O imunizante foi preparado com base “na revisão de dados relativos à qualidade, segurança, eficácia, plano de gestão de risco, adequação programática e inspeção do local de produção realizada pela OMS”.

A organização afirmou que a vacina mostrou eficácia de 64% contra a doença sintomática e de 92% contra a forma grave da doença.

Esse é o terceiro medicamento da China aprovado, depois de Sinopharm e Sinovac, a ser certificada pela OMS dentro da Listagem de Uso de Emergência (Eul).