Os ingressos para as três sessões da ópera ‘O Menino Maluquinho‘ esgotaram. Para atender ao público, uma sessão exta foi aberta e já está com ingressos disponíveis na bilheteria do Teatro Amazonas e no site www.bilheteriadigital.com. A apresentação ocorre na segunda-feira (30/5), às 19h.

O clássico infantil de Ziraldo, encenado por artistas amazonenses, traz a mensagem do livro “O Menino Maluquinho” (1980), em uma adaptação contemporânea para o palco, escrita em forma de ópera pelo brasileiro Ernani Aguiar.

O escritor vai estar presente no sábado (28/5), para assistir a terceira apresentação, que já está com ingressos esgotados. A montagem integra o 24º Festival Amazonas de Ópera (FAO).

Figurino sustentável

Colorido, rico em detalhes. Características priorizadas pela figurinista da ópera, Melissa Maia. Um total de 200 figurinos foram criados pela amazonense, que utilizou 80% de tecidos recicláveis.

Os figurinos foram confeccionados por 50 profissionais, entre os quais, costureiras, aderecistas e modelistas da Central de Técnica de Produção (CTP), gerenciada pela Secretaria de Estado Cultura e Economia Criativa.

Festival de Ópera

O 24º FAO é promovido pela Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa e da Agência Amazonense de Desenvolvimento Cultural (AADC).

Artistas do Coral de Artes e Ofícios Claudio Santoro – Infantil e Infantojuvenil –, Coral do Amazonas, Balé Folclórico do Estado e Orquestra Amazonas Filarmônica, sob a regência do maestro Otávio Simões, emocionaram o público e surpreenderam a cada cena das apresentações.

A edição deste ano começou no dia 29 de abril e segue até 31 de maio, na capital e interior. Cinco óperas, recitais, concertos, workshop e encontro de economia criativa estão na agenda do evento.

A programação inclui atrações no Teatro Amazonas, Teatro da Instalação, centros culturais Palácio da Justiça e Palácio Rio Negro e também no interior. As estreias das óperas são transmitidas pela TV Encontro das Águas e nas redes sociais da @culturadoam.

O projeto, aprovado na Lei de Incentivo à Cultura, Ministério da Cidadania e Secretaria Especial de Cultura, tem patrocínio master do Bradesco e patrocínio da Innova.

Foto: Antonio Lima/SEC-AM