TCE

No vídeo, que circulou nas redes sociais na época da campanha presidencial de 2018, Toller aparecia cantando o refrão “amor com jeito de virada”. Na sequência, aparecia o logo da campanha de Haddad

 

Paula Toller, vocalista do Kid Abelha, perdeu ação de indenização que moveu contra Fernando Haddad e o PT por suposto uso de sua música em 2018.

O hit “Pintura Íntima”, um dos maiores sucessos da cantora, foi usado como trilha sonora em um vídeo feito por apoiadores de Haddad, que estava em campanha para presidente.

Em acórdão, a Terceira Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) derrubou nesta terça-feira (14) a condenação contra o atual ministro da Fazenda. Em 2021, Haddad e o PT foram condenados a pagar R$ 100 mil de indenização por danos morais à cantora, mas recorreram.

O partido e o candidato argumentaram que não podem ser responsabilizados por vídeo produzido por terceiros desconhecidos. A decisão do STJ desta terça (14) desobriga Haddad e o partido de pagarem a indenização.

No vídeo, que circulou nas redes sociais na época da campanha presidencial de 2018, Toller aparecia cantando o refrão “amor com jeito de virada”. Na sequência, aparecia o logo da campanha de Haddad.

Por unanimidade, os ministros do STJ entenderam que o partido e o candidato não poderiam ser responsabilizados pelo conteúdo feito e divulgado por apoiadores.

 

 

Fonte: Fama ao Minuto

Foto: Divulgação