A equipe de investigação do 1º Distrito Integrado de Polícia (DIP), da Polícia Civil do Amazonas, prendeu nesta quinta-feira (10/06), por volta das 10h, o mototaxista Ítalo Mourão de Alencar, 24, em cumprimento a mandado de prisão em razão de sentença condenatória pelos crimes de roubo e tentativa de latrocínio, que teve como vítimas duas mulheres. O crime ocorreu em outubro de 2017, em uma clínica odontológica, situada no bairro São Francisco, zona sul de Manaus.

 

De acordo com o delegado Marcos Arruda, titular do 1º DIP, Ítalo é um dos envolvidos no ato criminoso. Segundo Arruda, o indivíduo juntamente com outros comparsas, invadiram a clínica onde as vítimas estavam e anunciaram o assalto.

 

“Em determinado momento, os infratores suspeitaram que uma das vítimas poderia ser policial civil e efetuaram disparos de arma de fogo contra elas, mas um dos disparos atingiu um dos infratores”, relatou o delegado.

 

A autoridade policial disse, ainda, que ao buscar atendimento em uma unidade hospitalar, o homem atingido foi identificado e acabou sendo preso em flagrante. Durante interrogatório, ele delatou o restante dos integrantes do grupo, que também foram presos posteriormente.

 

“Durante o processo judicial, os envolvidos passaram a responder ao processo em liberdade, até o mandado em razão de sentença condenatória ser decretado no dia 21 de maio de 2021, pelo juiz Áldrin Henrique de Castro Rodrigues, da 10ª Vara Criminal. Sendo assim, nesta quinta-feira (10/06), conseguimos efetuar a prisão dele no bairro Petrópolis”, informou Arruda.

 

Procedimentos – O homem irá responder por roubo e tentativa de latrocínio. Ao término dos procedimentos cabíveis, Ítalo será encaminhado à Central de Recebimento e Triagem (CRT), onde ficará à disposição da Justiça.

 

FOTO: Divulgação/PC-AM