Ao ver o corpo de Alcicleide Conceição Costa de Freitas, a sobrinha da vítima entrou em desespero e relatou que a sargento já havia sido ameaçada pelo ‘colega de farda’, que na manhã desta quinta-feira (10) a matou com um tiro no peito, dentro do 10º Distrito Integrado de Polícia (DIP).

Alcicleide tinha 44 anos, e era o 3º sargento da corporação. Após o disparo, a vítima foi levada as pressas para um SPA, mas acabou não resistindo ao ferimento e veio a óbito na unidade de saúde.

Ainda não há informações sobre o que teria motivado a discussão que mais tarde viraria tragédia, mas colegas relataram que as discussões entre os dois PMs eram constantes.

O autor do crime está preso no 10º DIP, local onde o fato ocorreu.