Os 500 apartamentos do residencial de interesse social Cidadão Manauara 2, etapa B, no bairro Santa Etelvina, zona Norte, serão inaugurados pelo prefeito David Almeida, na próxima segunda-feira, 9/8, às 18h. A inauguração será restrita para evitar aglomerações, em virtude da pandemia, além de atender as medidas de segurança sanitária em vigor.

Com 23.981,39 metros quadrados de área construída, o conjunto multifamiliar segue modelo moderno de edificações de imóveis econômicos, com padrão de qualidade, tendo 25 blocos, com 20 apartamentos cada. Tem área de lazer, 3 playgrounds, quadra poliesportiva, quadra de areia, centro social e áreas comuns.

“Esse é um empreendimento contratado com recursos federais e financiamento da Caixa Econômica. As etapas foram todas cumpridas, com transparência, e o sorteio realizado pela Caixa, com coordenação e banco de dados da Prefeitura de Manaus. As chaves já estão sendo entregues às famílias nesta semana”, disse o prefeito David Almeida.

Os 500 apartamentos fazem parte do programa habitacional da Prefeitura Municipal e integram o programa federal “Casa Verde e Amarela”.

“Estamos resgatando parte da esperança e dignidade de pessoas que necessitam de habitação, atendendo proposta de campanha do prefeito David Almeida, de oferecer para a cidade uma política habitacional e de regularização urbana”, comentou o diretor-presidente do Implurb, engenheiro Carlos Valente.

Pioneiro

Uma das características do residencial é ser pioneiro no Estado ao entregar apartamentos adaptados para Pessoas com Deficiência (PcDs). São 16 unidades que apresentam funcionalidades que vão facilitar o deslocamento e atividade dos moradores dentro dos seus imóveis. A execução da obra, no valor de R$ 41 milhões, foi da construtora RD Engenharia.

A adaptação foi feita sob encomenda para a Prefeitura de Manaus e servirá de tendência e modelo para empreendimentos futuros, adequando uma realidade de milhares de pessoas que apresentam algum tipo de deficiência, melhorando a qualidade de vida, cuidados e segurança.

Cada apartamento tem sala de estar e jantar, dois quartos, hall, banho social adaptável, cozinha e área de serviço. Os equipamentos comunitários que compõem o conjunto incluem salão, clube social, copa/bar, banheiros, quadra poliesportiva, quadra de areia, dois playgrounds, área verde, área de preservação permanente e sistema viário, incluindo vagas de estacionamento para visitantes e moradores.

O empreendimento tem sistema de esgoto sanitário final para Estação de Tratamento (ETE). A obra começou a ser construída em outubro de 2018.

“Realizamos o sonho da casa própria para pessoas que ganham um novo capítulo em suas vidas. E ter podido contribuir para este processo, é fruto do trabalho da gestão David Almeida, respeitando quem mais necessita de atendimento”, destacou o vice-presidente da Vpreshaf, Renato Queiroz.

Programa

 

A gestão David Almeida já lançou o programa “Casa para Todos”, cuja meta é a construção de mais de 5 mil unidades habitacionais de interesse social em diversos bairros da capital. “Nós temos aqui essa entrega de 500 casas e a perspectiva é de fazer 5 mil habitações na cidade de Manaus, em parceria com o governo Federal”, salienta o prefeito.

O objetivo do programa é a construção de novos conjuntos habitacionais, além da oferta de lotes pequenos e urbanizados. Conforme o prefeito David Almeida, o projeto prevê a criação de um Núcleo de Apoio Técnico à Moradia, que será responsável por orientar o cadastramento das famílias nos programas habitacionais.

Residencial Manauara 2

Cada torre do residencial Cidadão Manauara 2 tem cinco andares, sistemas de gás encanado e de água, além de instalações hidrossanitárias.

Os apartamentos são adaptados, atendendo à Norma Brasileira (NBR) nº 9.500, da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), que trata da acessibilidade a edificações, mobiliários, espaços e equipamentos urbanos para PcDs, inclusive nas áreas comuns.

Os futuros moradores serão isentos de Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) e Imposto de Transmissão de Bens Imóveis (ITBI), como medida da gestão David Almeida, por lei municipal.