A educação municipal foi uma das prioridades nos primeiros 180 dias da gestão do prefeito de Manaus, David Almeida, que garantiu investimentos à Secretaria Municipal de Educação (Semed), auxiliando toda a comunidade escolar. Algumas das principais ações foram a vacinação contra a Covid-19 para os servidores, o pagamento do “Auxílio Conectividade” para professores, a distribuição de merenda escolar aos alunos, mesmo com as escolas fechadas na pandemia e o início da reestruturação da infraestrutura das unidades escolares.

De acordo com o secretário de Educação, Pauderney Avelino, além das inúmeras ações já iniciadas, a pasta tem um planejamento extenso durante todo o ano, com reformas de escolas, ampliação de vagas, e execução de programas que vão beneficiar os mais de 250 mil alunos e 16 mil servidores da Semed.

“Com diversos avanços na rede de ensino municipal, nós temos muito mais para fazer, de acordo com as orientações do prefeito David Almeida. Nós estamos implementando a modernização dessa rede, dando aos gestores, autonomia necessária para fazer a sua gestão escolar. Eu fico muito feliz de saber que já se passaram 180 dias e vamos continuar avançando”, comentou.

Para garantir a excelência na rede de ensino municipal, a Semed apoiou e incentivou seus alunos por meio de ações de distribuição do “Kit Merenda Escolar” para mais de 62 mil estudantes das zonas rural e urbana; distribuição do “Caderno de Apoio” aos alunos com dificuldades de acesso à internet; ampliação do “Diário Digital” de 80 mil alunos para 253 mil alunos, correspondendo a 100% da rede; parceria com  a plataforma “Super Ensino”, que atende mais de 80 mil estudantes, de aproximadamente 300 escolas municipais; elaboração e aplicação da 1ª Avaliação de Desempenho do Estudante (ADE); além de valorizar o trabalho dos professores com o “Auxílio Conectividade” no valor de R$ 70,00, para que o professor não tenha despesa com a internet.

Melhorias

O diretor de Planejamento da Semed, Leis Batista, comentou sobre esses avanços. “Além disso estamos trabalhando para melhorar o Plano de Cargos e Salários dos professores e estamos realizando um grandioso trabalho de revitalização das escolas, dentre as quais já revitalizamos mais de 230 unidades das 310 que já retornaram às atividades. Isso tudo em 180 dias, em que muita coisa foi feita e planejada para acontecer no segundo semestre”.

A Prefeitura ampliou programas e instituiu novos projetos como o Programa Gestão da Escola (Progesc); Programa Orçamento na Escola (Proesc); Programa Segurança nas Escolas (Proseg); Programa Pró-Criança Manauara; Programa Brasil na Escola; Programa de Reforço Escolar Pit Stop. Fora a entrega de diversos materiais permanentes às unidades escolares, tais como, 1.053 aparelhos de ar-condicionado, 163 bebedouros, 5.962 conjuntos escolares infantis e  111.530 kits de material escolar.

Todas as ações ocorreram, conforme a avaliação e monitoramento do Plano Municipal de Educação, juntamente com a realização de duas Jornadas Pedagógicas, além da realização de cerca de cem visitas, reuniões com chefes, gerentes pedagógicos, administrativos e de infraestrutura das Divisões Distritais Zonais (DDZs) e diretores escolares.

Inovação e sustentabilidade

No aspecto da inovação, foi criado o Centro de Mídias e Tecnologia Educacionais; além do lançamento do Projeto “Manaus Te Quero Verde”, nas unidades escolares municipais.

Em menos de seis meses a gestão da Prefeitura de Manaus, por meio da Semed, convocou mais de 400 professores aprovados em cadastro reserva no concurso, realizado em 2017, realizou o 1º Workshop Estratégico de Metas para 2021 e apresentou a relação de propostas de captação de recursos, via emendas parlamentares, para 2022, aos parlamentares das esferas municipal, estadual e federal.