Duílio Monteiro disse que os gastos com o volante estão dentro do orçamento do clube, mesmo sem o dinheiro da Taunsa

Na tarde desta quarta-feira (23), após a eleição presidencial na CBF (Confederação Brasileira de Futebol), o mandatário do Corinthians, Duílio Monteiro, afirmou que os salários do volante Paulinho estão em dia, mesmo com o atraso no repasse financeiro da patrocinadora Taunsa. O dinheiro da empresa é utilizado para quitar os vencimentos do jogador.

“Ele está com 100% dos salários em dia, como todos os atletas”, afirmou o dirigente. “Antes mesmo de ocorrer esse atraso, já vinha deixando claro que o Corinthians trabalha dentro do seu orçamento. São propriedades de marketing, criamos propriedades para trazer dinheiro novo, e essa parte do Paulinho entra nisso”, destacou.

Duílio fez questão de dizer que o retorno do volante não estava condicionado ao acerto com a Taunsa.

“Eu já deixei claro, o Paulinho está dentro do orçamento do Corinthians. Ele foi orçado antes mesmo de existir patrocinador e de o próprio Paulinho vir. A gente tem um valor para ser gasto no futebol, e o que é gasto está dentro desse valor. O Corinthians existe há mais de 110 anos e não vai depender de patrocinador para sobreviver.“

O presidente do Timão minimizou o fato de a empresa Taunsa estar em atraso com o clube. “E a gente entende como um problema financeiro de uma empresa, como é normal em qualquer uma do mundo, acontece. Temos um parceiro, e a gente aguarda que ele ache a solução. Se não tiver, o Corinthians tem todas as condições de tomar suas medidas necessárias”, avisou.

 

 

Fonte: R7

Foto: Divulgação