TCE


Brasil – O ano de 2023 foi marcado, entre outros assuntos, pelos desastres naturais, como as fortes chuvas e os alagamentos que causaram diversos transtornos e perdas para a população de diferentes regiões do país. O Ministério das Comunicações (MCom) atuou para minimizar os impactos dos fenômenos, como o ciclone extratropical que atingiu o Rio Grande do Sul que deixou mortos, desabrigados e desalojados. Os municípios gaúchos de Encantado, Roca Sales, Muçum, Santa Tereza, Lajeado e Arroio do Meio receberam antenas de conexão banda larga via satélite para restabelecer a comunicação na região.

Os terminais satelitais transportáveis enviados ao Sul partiram de Brasília (DF) na madrugada de 7 de setembro, e foram transportados em aeronaves da Força Aérea Brasileira (FAB). Cada antena devolveu o acesso à internet na velocidade de 40Mbps de download e 4Mbps de upload. O sinal de telefonia móvel precisou ser totalmente recuperado em 19 municípios.

No litoral paulista, o MCom e a Telebras participaram de uma força-tarefa para ajudar a população afetada pelas fortes chuvas na região de São Sebastião (SP) no início de 2023. Cerca de 10 antenas portáteis foram disponibilizadas para auxílio de comunicação via satélite na localidade, além de dois engenheiros para suporte e treinamento. Cada equipamento com capacidade de garantir 20 Mbps de conexão.

Segundo o ministro Juscelino Filho, as ações foram importantes para estabelecer uma rede de apoio, com condições para reerguer os serviços nessas localidades. “A prioridade era salvar vidas, garantir condições para que essas pessoas pudessem se estabilizar novamente, se recuperar e ter o mínimo de dignidade, e sabemos como a conectividade, a chance e a possibilidade de comunicar é importante nesse momento”, avaliou Juscelino.

Terras Yanomami

A maioria das ações teve o apoio da Telebras. Um desses esforços foi voltado para o Território Indígena Yanomami, em Roraima. A empresa, em parceria com o MCom, instalou antenas fixas de conexão banda larga via satélite em três polos-base. Os equipamentos foram para as sedes de Surucucu, Auaris e da Missão Catrimani, e se somaram às outras 17 antenas portáteis enviadas para apoiar o atendimento médico à população e fortalecer as ações de enfrentamento à situação de emergência em saúde pública que assolou a comunidade indígena em 2023.

“Temos o compromisso de garantir o máximo de agilidade nas ações em prol da população e pensar a comunicação é fundamental. Estaremos sempre prontos para levar o acesso à internet a quem está em condições de risco ou de vulnerabilidade. Sabemos das dificuldades existentes, mas sempre as superamos, colocando em prática o conhecimento técnico e nossa experiência”, enfatizou o presidente da Telebras, Frederico de Siqueira Filho.

A empresa ainda instalou duas antenas transportáveis no QG do Comando do Exército em Encantado (RS), para auxílio no atendimento às áreas atingidas pelas chuvas no Vale do Taquari.

Apoio ao Maranhão

Em abril, a população do Maranhão sofreu com fortes chuvas no estado. O MCom e os Correios realizaram uma ação solidária para ajudar as vítimas das chuvas. Agências de todo o estado receberam doações e encaminharam para as famílias atingidas pelos temporais. Foram doadas roupas, utensílios de casa, material escolar e de escritório.

O ministro Juscelino acompanhou as ações e visitou as cidades atingidas. O MCom levou antenas portáteis de conexão à internet via satélite. Os aparelhos proporcionaram conectividade Wi-Fi e comunicação para as famílias que estavam nos abrigos.