O Partido Social Cristão (PSC) foi um dos que mais cresceu nos últimos três anos. Em 2018, eram oito mil filiados no Amazonas. Neste ano esse número ultrapassou os 22 mil filiados no estado. A consolidação da legenda por meio de diretórios municipais instalados em 48 cidades amazonenses tem sido um forte atrativo para a captação de novos nomes e também de integração de políticos com longa vivência política.

Para as eleições de 2022, o PSC montou uma nominata com ampla diversidade. Alguns pré-candidatos a uma das vagas para deputado estadual atuam em regiões geográficas diferentes, onde tem grande potencial de conquista de votos. Este é o caso de Jucimar Veloso, mais conhecido como Papi. O ex-prefeito de Tefé por dois mandatos, ex-vereador e ex-presidente da Câmara Municipal tem larga vantagem para a conquista de assento na Assembleia Legislativa do Estado (Ale-AM). O candidato Robson Tiradentes Jr, que no final de 2021 participou de eleição suplementar em Coari, disputando o cargo de prefeito, também faz parte do time do PSC. O bom desempenho obtido no último pleito, quando conquistou cerca de 12 mil votos, aponta para a possibilidade de crescimento nas urnas neste ano em busca de uma das vagas no parlamento estadual.

O partido também conta com dois políticos com mandato, o que eleva a probabilidade de reeleição. A mais cotada para continuar no cargo é a deputada Alessandra Campelo, que até recentemente era titular da Secretaria Estadual de Assistência Social (Seas). A experiência na área social pode fazer a diferença. Ela tem a possibilidade de chegar a 35 mil votos, conforme prospectam os especialistas, garantindo a permanência na cadeira parlamentar. O médico e deputado estadual Dr. Gomes é o outro político que deve continuar na Assembleia por causa da intensa participação na comunidade.

Entre os novos aspirantes ao parlamento estadual se destacam o presidente do próprio PSC-AM, Miltinho Castro, que construiu bases sólidas no interior ao longo dos quatro anos a frente do partido. Dr. Mike Ezequias, dentista que realiza trabalhos voluntários e já ocupou importantes cargos na administração pública e partidária, desponta como uma das grandes promessas das eleições de 2022, com votos em segmentos diferentes, como o religioso e social.

Deputados Federais

Embora o partido não tenha nenhum representante amazonense na Câmara dos Deputados em Brasília, está otimista que o grupo de pré-candidatos a deputado federal mude este cenário.

Uma das promessas ao parlamento federal é o advogado Totti Adiel, vereador de Itacoatiara, que deve conquistar muitos votos por causa do trabalho intenso na região. Também estão na lista de candidatos que podem apresentar bom desempenho nas urnas o agente da Polícia Federal, Castor Regalado; a assistente social do baixo Amazonas, Izabel Barroso; a líder comunitária da Zona Norte, Cirley Botelho; a representante indígena, Nete Kokama; o líder comunitário da Zona Leste, Juscelino Nascimento; o representante do Alto Solimões, Marcelo Dantas; e o servidor público que desenvolve trabalhos sociais com a juventude, Cleber Evangelista. Todos têm forte presença nas respectivas áreas de atuação, podendo surpreender como candidatos.

Matematicamente, o partido que conta nacionalmente com R$ 80 milhões do Fundo Eleitoral para o pleito deste ano, deve fazer no Amazonas três deputados estaduais ou até mesmo quatro, dependendo do montante geral apurado nas urnas. Em relação à nominata de deputados federais, o PSC estima eleger um representante para ocupar pelo menos uma cadeira em Brasília.