TCE


 

 

Quase todos os dois mil leitos da cidade estão reservados para as festas deste final de ano

Considerada a cidade que atrai mais turistas depois de Manaus, Presidente Figueiredo está sendo beneficiada diretamente com a recuperação da BR-174. Fruto da emenda parlamentar do senador amazonense Eduardo Braga (MDB), no valor de R$ 26 milhões, a obra do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (Denit) avançou e buracos e crateras, que até poucos meses eram responsáveis por acidentes, deram lugar a um pavimento seguro e de fácil mobilidade, aquecendo assim o trade turístico e a economia do município.

De acordo com o guia de turismo Leonardo Pimentel, antes da reforma da rodovia, muitos acidentes eram registrados na BR-174 devido a grande quantidade de buracos ao longo da estrada. A reforma, segundo ele, diminuiu o tempo de viagem, que chegou a ser até de duas horas para percorrer o trecho Manaus- Presidente Figueiredo, de pouco mais de 100 km

“Acidentes por causa de buracos que existiam aumentava a tensão. A noite, motoristas acabavam colidindo, batendo nesses buracos, e assim ocasionando acidentes. Foram anos em estado de precariedade. A obra veio para melhorar o tráfego, sim. Para o turismo é essencial, traz tranquilidade, traz esse conforto. Em média , antes era de 1 hora e meia a 2 horas. Hoje, está em média 1 hora e 20 minutos, até 1h e meia, de uma forma bem tranquila”, relembrou o guia.

A prefeita de Presidente Figueiredo, Patrícia Lopes, destacou a importância que a rodovia tem para o município e salientou que o avanço da reforma da BR-174 levou ao
aumento do número de turistas na cidade. Neste final de ano, os 2 mil leitos estão quase todos reservados. “A garantia de uma boa rodovia é indispensável para que esse público procure cada vez mais o município de Presidente Figueiredo. Então, o desenvolvimento econômico de Figueiredo está totalmente voltado à condição que essa BR oferece tanto para o turista, quanto para o munícipe, que tem contudo alavancado esse município, que tem crescido tanto nos últimos anos. Considero indispensável essa melhoria na BR”, comentou a gestora.

Para a secretária adjunta de Turismo de Presidente Figueiredo, Elianda Miranda, a recuperação da rodovia garante a segurança para os turistas chegarem até o município. “Com a BR toda pavimentada, com certeza eles (turistas) chegam com mais tranquilidade e o seu retorno com mais segurança. Então, Presidente Figueiredo fica sendo um destino com mais ocupações. Com essa movimentação, os nossos hotéis e pousadas aumentam esse fluxo com as suas hospedagens”, disse a secretária.

Acidentes

Diego de Freitas, supervisor do Centro Integrado de Comando e Controle (CICC) do Município, informou que antes da restauração da BR-174 havia maior número de acidentes graves de trânsito. “Com a nova pavimentação, diminuiu em média em 87% o número de acidentes. Nesse mês, de acordo com os dados, tivemos só dois acidentes, com danos materiais e as vítimas socorridas até o hospital. O turista pode vir com segurança”, afirmou o supervisor.

Corredor ecológico

Genival Sales, engenheiro ambiental e oficial do Corpo de Bombeiros de São Paulo, que visitou Presidente Figueiredo esta semana, elogiou a recuperação da pista, mas recomendou um cuidado maior com a fauna que vive ao longo da BR-174. “A criação de corredor ecológico é fundamental quando você tem uma via muito movimentada com tráfego urbano. O ruído assustam os animais e os afugentam para o meio da mata. Mas muitos animais querem transicionar de um lado para o outro Por isso, na rodovia, você cria uma barreira que obriga os animais a passar por um túnel (corredor ecológico) para que ele transite de um lado para o outro sem risco. A via acaba sendo um bloqueio limitante de passagem de animais silvestres”, explicou o engenheiro.

Obra

Segundo o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Denit), a obra encontra-se na fase final com  a conclusão prevista para este mês de dezembro. Na rodovia, há homens atuando na recuperação e sinalização. A dispensa de licitação foi realizada visando à trafegabilidade de forma célere. Por causa da precariedade da pista, foi decretada a emergência, e posteriormente feita a dispensa de licitação.

A situação de emergência é avaliada por técnicos do DNIT, que elaboram relatório técnico demonstrando a necessidade de intervenções imediatas.
“O processo de dispensa de licitação devido a declaração de emergência segue as normas do DNIT, com a convocação de pelo menos 3 empresas do setor que estejam mobilizadas próximas ao trecho emergencial. A empresa Soma foi a que ofereceu o menor preço entre as convocadas”, disse o Denit.

Emendas

Eduardo Braga assegurou a destinação de mais R$ 67 milhões, por meio de emenda parlamentar para a Prefeitura de Manaus, que será responsável para empregar ações na recuperação de encostas e conter erosões na cidade. O senador destinou também R$ 10 milhões para investimentos na Guarda Municipal.

No dia 19 de setembro deste ano, a prefeitura de Manaus informou que o senador Eduardo Braga já havia destinado para a capital do Amazonas cerca de R$ 200 milhões em recursos para as áreas da saúde, infraestrutura e habitação.

 

 

Fonte: DNIT

Foto: Divulgação