Foi realizada na manhã desta sexta-feira (20), uma visita técnica da Secretaria da Mulher, Assistência Social e Cidadania (Semasc), no Instituto Social Mulheres Soberanas, localizado na Zona Leste de Manaus. A instituição trabalha com mulheres em vulnerabilidade social.

A secretaria Jane Mara, explicou que a visita ao local ocorre para que a Semasc conheça seus parceiros, e saiba como são distribuídos os recursos, como a que foi destinada para o Instituto, conquistada através de emenda pelo ex-vereador Cláudio Proença, durante sua gestão. Proença é o padrinho da Instituição e o responsável pela doação do prédio onde atualmente funciona o projeto.

“Eu procuro saber quem são nossos parceiros, quais os públicos que eles atendem, e assim, saber o que a população precisa na área da assistência social. Através disso, criamos um vínculo e oferecemos todo o suporte técnico para que as instituições consigam executar com êxito os serviços para os manauaras”, explicou a titular da Semasc.

Já Proença, assessor parlamentar e ex-vereador, explicou que abraçou o projeto após presenciar em visita ao projeto, mulheres que começaram a mudar de vida com ajuda das voluntárias do Mulheres Soberanas: “Aqui a mulher da Zona Leste, e de toda Manaus, tem apoio social, psicológico, médico e educacional, para que elas tenham autonomia. Muitas entram aqui sem esperança, com famílias para sustentar, e saem com uma profissão, através dos cursos gratuitos, para serem empreendedoras. Não me arrependo de ter lutado por isso e conseguido recursos”, destacou Cláudio Proença.

O projeto

O Instituto Mulheres Soberanas nasceu através de um grupo de empreendedoras que decidiu ajudar vítimas de agressões de companheiros, desempregadas e chefes de famílias, que muitas vezes, não conseguiam levar alimentação para casa.

Atualmente, são oferecidos cursos profissionalizantes, entrega de alimentos e atendimentos médicos, psicológicos sociais.