As 236 escolas públicas estaduais de Manaus retornarão com as atividades integralmente presenciais na segunda-feira (23/08). Com isso, a Secretaria de Estado de Educação e Desporto está reforçando as sinalizações sobre os protocolos, como o uso de máscaras, o não compartilhamento de itens pessoais e a manutenção das mãos sempre higienizadas.

Na Escola Estadual Benício Leão, na zona sul de Manaus, por exemplo, os estudantes passarão a ter o horário de merenda dividido em três etapas, para que as turmas possam sair para o refeitório com espaçamento adequado enquanto ficam sem máscaras para se alimentarem.

A gestora interina da escola, Raimunda Neves, diz que os protocolos já são seguidos desde o início das atividades híbridas e que agora serão reforçados. “Quando uma turma sai para a merenda, nossos auxiliares de limpeza passam álcool em todas as carteiras, na mesa do professor, na maçaneta e também nas mesas do refeitório, entre uma turma e outra”, explica a gestora.

A secretária adjunta de Gestão, Rosalina Lôbo, avalia que as medidas são fundamentais para o retorno dos estudantes e dos profissionais. Ela ressalta, ainda, que o esforço da Secretaria de Educação é para manter a escola com um espaço seguro, como tem se mostrado desde o início das aulas híbridas, em 2020.

“Estamos colocando maior volume de suprimentos nas escolas, tanto na parte de proteção individual quanto na proteção coletiva. Segue a utilização imprescindível da máscara, o uso de álcool em gel, horários escalonados de espaços comuns, tudo que foi validado e nos foi permitido graças à queda do número de casos de Covid”, frisa a secretária.

Protocolos – Desde o ano passado, as escolas da rede estadual estão adaptadas para que sejam cumpridos os protocolos de segurança em saúde definidos pela Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas Dra. Rosemary Costa Pinto (FVS-RCP).

Para as escolas, a Secretaria de Estado de Educação e Desporto montou um protocolo específico, que pode ser consultado com detalhes na página da pasta: www.educacao.am.gov.br.

As unidades dispõem de pias e totens/dispositivos de álcool gel e sabão, para que os estudantes e demais membros da equipe escolar possam higienizar corretamente as mãos. Além disso, escolas estão equipadas com tapetes sanitizantes e sinalizações com os principais protocolos e medidas de segurança e enfrentamento à Covid-19.

Em situações de casos confirmados de Covid-19, as escolas continuarão adotando o protocolo de afastamento da pessoa contaminada e posterior higienização do ambiente escolar.

Além disso, os gestores estão sendo orientados sobre a importância da notificação para o monitoramento da FVS-RCP, por meio do Programa de Vigilância Ativa nas Escolas.

FOTO: Tácio Melo/Secom