TCE

Dez indivíduos condenados ou sob investigação por sua participação nos eventos do 8 de Janeiro romperam suas tornozeleiras eletrônicas e escaparam do Brasil, conforme reportado pelo site UOL.

Destes, sete foram sentenciados pela Suprema Corte a mais dez anos de prisão por seu envolvimento na tentativa de golpe de Estado. Entre os fugitivos está Daniel Bressan, que mesmo em fuga, utiliza as redes sociais para angariar fundos em prol do que ele descreve como “exílio político”.

A maioria dos fugitivos teria como destino a Argentina e o Uruguai, atravessando as fronteiras de Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Apesar disso, não há alerta da Interpol sobre eles, e as polícias civis dos estados mencionados não receberam pedidos para localizá-los.

As informações foram obtidas a partir de registros do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), além de fontes ligadas aos fugitivos, como familiares. O STF ainda não se pronunciou sobre o assunto.

Fonte: Carta Capital