TCE


O objetivo da visita é entender os reflexos impactos sociais e ambientais do empreendimento ao município.

O vereador Sassá da Construção Civil (PT) esteve, na manhã desta quinta-feira (19/10), realizando mais uma ação de fiscalização, desta vez, em visita à obra do novo aterro sanitário de Manaus, localizado no ramal Itaúba, no km 13 da BR-174, no bairro Tarumã, zona Oeste da Capital. O objetivo da visita é entender os riscos potenciais do chorume produzido ameaçar o lençol freático, se foi respeitada a distância de nascentes, igarapés, dos cursos de água, a fauna e a flora local.

Durante a manhã, quando o parlamentar chegou no local para fiscalizar o andamento das obras, o representante municipal foi surpreendido ao ser proibido de entrar. Segundo a portaria, o agendamento de visita teria sido cancelado e que ele teria que agendar novamente a visita, sendo que o vereador sequer foi avisado antecipadamente do cancelamento.
“Hoje fui cumprir o meu papel de vereador e fiscalizador do povo, cheguei no novo aterro de Manaus para fiscalizar a obra e buscar entendimento dos reflexos no impacto ambiental que a nossa cidade terá e, para nossa minha surpresa, fui impedido de entrar e cumprir meu papel de parlamentar”, comentou o vereador.

A decisão de impedir a entrada de uma autoridade política viola uma das principais prerrogativas do vereador: a de fiscalizar os atos do Poder Executivo, conforme determinada pela Constituição Federal e Lei Orgânica Municipal.

 

Fonte: Assessoria de Imprensa do Vereador Sassá da Construção Civil

Foto: Divulgação