TCE

Em sessão especial realizada nesta terça-feira (21/11), a Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam), contemplando a proposição do ex-deputado estadual Belarmino Lins, homenageou o presidente do Tribunal Eleitoral do Amazonas (TRE-AM), desembargador Jorge Manoel Lopes Lins, com a Medalha Ruy Araújo, a mais alta comenda da Casa Legislativa.

Filho de Belarmino, o deputado Dr. George Lins (União Brasil) destacou a entrega da medalha a Jorge Lins, ressaltando a alta competência do desembargador na condução das eleições de 2022, onde suas habilidades e imparcialidade foram fundamentais para garantir a integridade e a transparência do processo eleitoral.

“A atuação do desembargador Jorge Lins na batalha eleitoral de 2022, com isenção e imparcialidade, foi um exemplo claro de como a justiça, quando exercida de maneira íntegra, promove a confiança e fortalece os alicerces da democracia. Sua performance no pleito de 2022 foi brilhante, inclusive tendo em vista as dificuldades logísticas de um estado com as dimensões continentais do Amazonas”, destacou Dr. George.

*Grandes magistrados*

Autor da homenagem, o ex-deputado Belarmino Lins assinalou o notável saber jurídico de Jorge Lins, um pai amado e respeitado por seus queridos filhos, que se identificou cedo com a magistratura, exercendo a justiça com honra e muita competência.

“O doutor Jorge Lins vem de uma árvore genealógica no Amazonas de grandes magistrados, como seu tio, o fonteboense (in memoriam) desembargador José de Jesus Ferreira Lopes, e seu primo, desembargador Flávio Lopes Pascarelli, que alcançaram o mais alto cargo na estrutura do Tribunal de Justiça do Amazonas: a presidência”, destacou o ex-deputado Belarmino Lins.

Grato e sensibilizado com a distinção, o desembargador Jorge Lins discursou na tribuna da Aleam: “Recebo a homenagem com emoção, com o peito cheio de gratidão, uma homenagem decorrente da proposição do ex-deputado Belarmino Lins, que exerceu o cargo de deputado na Assembleia Legislativa durante 32 anos e a presidiu em três biênios. A homenagem me motiva a continuar trabalhando em prol do meu estado e seu povo, honrando os valores que carrego até hoje ao lado da minha família, valores que decorrem também das experiências vividas em meus anos dedicados à magistratura”.

Sobre as eleições gerais de 2022, que comandou no Estado, o desembargador frisou “a superação de dificuldades como os ataques e manipulações de informações que não tiveram espaço no TRE-AM, pois o pleito transcorreu em absoluta segurança e tranquilidade”. No final de sua manifestação, Jorge Lins elogiou o sistema eleitoral brasileiro, “sem possibilidade de fraudes”.

*Biografia de excelência*

Formado em Direito pela Universidade Federal do Amazonas (1983), Jorge Manoel Lopes Lins foi nomeado juiz em 1985, atuando nas Comarcas de Boca do Acre, Anori e Parintins. Em Manaus, onde trabalhou nas áreas Cível e Criminal, exerceu o cargo de juiz auxiliar da Presidência e da Vice-Presidência do Tribunal de Justiça do Estado do Amazonas (TJ-AM).

Jorge Lins foi promovido a desembargador em 2011 e exerceu a função de presidente da Comissão Permanente de Jurisprudência, de ouvidor-geral do TJAM, de gestor da Casa de Justiça e Cidadania, de diretor do Fórum Ministro Henoch Reis, de presidente da Primeira e da Segunda Câmara Criminal, e de vice-presidente do TJAM (2016 a 2018).

Na Justiça Eleitoral, o desembargador Jorge Lins atuou em Zonas Eleitorais a partir de 1992, em Eirunepé, Envira, Boca do Acre e Pauini. Presidiu eleições municipais em Ipixuna, Guajará e Manaus, e como desembargador, foi membro suplente do TRE-AM de 2018 a 2020. Foi eleito como vice-presidente e corregedor do biênio 2020/2022.

A concorrida sessão de homenagem a Jorge Lins foi presidida pelo deputado Roberto Cidade (UB) e contou com as presenças de autoridades como Giordano Bruno Costa da Cruz, Procurador-Geral do Estado, representando o governador Wilson Lima; ex-deputado estadual Belarmino Lins, atual Superintendente Adjunto de Operações
da Suframa; desembargador Flávio Humberto Pascarelli, presidente da Escola da Magistratura do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM); conselheira Yara Lins, vice-presidente do Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM); Dr. Ricardo Queiroz de Paiva, Defensor Geral do Amazonas (DPE-AM); promotor Alberto Rodrigues do Nascimento Júnior, representando o Ministério Público do Amazonas (MP-AM), e a vereadora Yomara Lins, representando a Câmara Municipal de Manaus (CMM). Os deputados estaduais Adjuto Afonso (UB), Wanderley Monteiro (Avante) e João Luiz (Republicanos) também prestigiaram.

*Foto*: Leandro Castro