Manaus (AM) – Com a presença de familiares, amigos e servidores do Tribunal Regional do Trabalho (TRT), a missa de 7º dia de Silvanilde Ferreira Veiga aconteceu na noite desta sexta-feira (27).

A cerimônia foi realizada na Paróquia Militar Nossa Senhora do Sameiro, na Ponta Negra, onde as últimas homenagens para a servidora foram prestadas

As investigações em torno do caso já acontecem há 7 dias. No dia 21 de maio, o corpo de Silvanilde foi encontrado pela filha, no chão do apartamento em que as duas moravam, na zona Oeste de Manaus.

Desde então a polícia analisa equipamentos de segurança do condomínio e colhe depoimentos de testemunhas.

Até o momento ninguém foi preso por envolvimento no crime.

BO sobre morte do marido

A servidora federal assassinada em Manaus, identificada como Silvaneide Veiga, registrou um Boletim de Ocorrência no dia 29 de setembro do ano de 2019, noticiado a morte do ex-marido que foi encontrado dentro da residência em que eles moravam na zona Oeste de Manaus.

Alírio Delgado de Miranda, teria morrido vítima de um infarto.

No B.O, foi relatado que a servidora recebeu uma ligação dos vizinhos, informando a morte de seu ex-marido. No tempo, a polícia esteve no local e solicitou exames de necrópsia para apontar o real fator da morte.

Ainda segundo fonte sigilosa, o ex-marido é pai da nutricionista Stephanie Veiga, que morava junto com a mãe, no condomínio onde a servidora foi encontrada morta.Sobre a morte do ex-marido da servidora, pedimos informações junto à Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) e com os advogados da família, no entanto, até a publicação da matéria, não obtivemos resposta.