TCE


A ExpoAmazônia Bio&TIC, que acontecerá de 28 a 30 de novembro, no Studio 5 Centro de Convenções, abriu as inscrições gratuitas para participar do evento, que é considerado o maior da Região Norte voltado para tecnologia, bioeconomia e inovação. As inscrições podem ser realizadas no site expoamazonia.com ou baixando o aplicativo oficial para Android e iOS: bit.ly/47rdMly e apple.co/3FSgzZ2.

A presidente do Conselho de Administração da Associação do Polo Digital de Manaus (APDM), Vânia Thaumaturgo, uma das instituições organizadoras da feira, comenta que o propósito do aplicativo é melhorar a experiência dos participantes, expositores e apoiadores, além de criar um canal direto de interação entre eles.

“O nosso dia a dia é muito conectado aos smartphones e também confirmamos um interesse muito grande da sociedade pelo evento. Então, por que não tornar a Expo ainda mais acessível e prática? O visitante instala o app, de acordo com o sistema que usa no celular, faz um cadastro bem simples e, automaticamente, já garante a sua vaga na ExpoAmazônia Bio&TIC 2023. Esse aplicativo vai facilitar o acesso às informações e programação do evento”, explica.

O aplicativo reúne a lista de expositores, palestrantes e programação da ExpoAmazônia. Também será possível favoritar as palestras desejadas, conferir o mapa do Studio 5 – onde acontecerá o evento -, realizar perguntas em tempo real e se conectar com outros participantes.

A previsão é que a feira receba mais de 20 mil visitantes, 80 startups e quase 90 palestras gratuitas nos três dias de evento. Segundo Vânia, tudo foi pensado para que, por meio do aplicativo, o público conheça melhor as pautas da feira e se prepare para as possibilidades de networking e negócios em bioeconomia, tecnologia e sustentabilidade para o desenvolvimento da Região Norte.

ExpoAmazônia Bio&TIC
Com a temática “Tecnologia Sustentável da Amazônia para o Mundo”, a proposta da ExpoAmazônia Bio&TIC 2023 é alavancar os polos de Bioeconomia (Bio) e de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) como dois vetores econômicos viáveis e sustentáveis para a manutenção da floresta amazônica e o desenvolvimento socioeconômico da Amazônia.

Para isso, o evento proporcionará palestras relevantes e divididas em seis “trilhas de conhecimento”: bioeconomia, biotecnologia e mercados; empreendedorismo e gestão de negócios; valorização dos saberes tradicionais; produções acadêmicas em BIO&TIC; tecnologia da informação e comunicação e mercado; e economia criativa e cultura.

A abertura da Expo acontecerá no dia 28, às 15h, com a participação de Bosco Saraiva, superintendente da Zona Franca de Manaus (Suframa); Radyr Júnior, secretário municipal do Trabalho, Empreendedorismo e Inovação (Semtepi); Serafim Corrêa, secretário estadual do Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação (Sedecti); Rodrigo Rollemberg, secretário de Economia Verde, Descarbonização e Bioindústria do Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços (MDIC); e Geraldo Alckmin, vice-presidente da República.

Também no primeiro dia, algumas das principais palestras serão: “Diversidade Digital: o papel fundamental das Mulheres na Tecnologia”, com Tanara Lauschner, professora da Universidade Federal do Amazonas (Ufam) e subsecretária de Ciência e Tecnologia para a Amazônia do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI); e “Transformando o Mundo Digital: diversidade, inovação e futuro do trabalho”, com Ariadne Vieira Henriques, cos & business analyst e diretora de ensino do Centro de Tecnologia e Robótica de Maués (AM).

Sobre
A ExpoAmazônia Bio&TIC 2023 é uma realização da Associação do Polo Digital de Manaus (APDM), Instituto de Conservação e Desenvolvimento Sustentável da Amazônia (Idesam), Governo do Amazonas – por meio da Secretaria de Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Inovação (Sedecti-AM) -, Prefeitura de Manaus – por meio da Secretaria Municipal do Trabalho, Empreendedorismo e Inovação (Semtepi) e Centro de Bionegócios da Amazônia (CBA).

Além de discutir, integrar, consolidar e alavancar os polos de Bioeconomia e de Tecnologia da Informação e Comunicação da região como dois vetores econômicos viáveis e sustentáveis para a manutenção da floresta amazônica e para o desenvolvimento socioeconômico dos povos da Amazônia, a feira visa fortalecer os ecossistemas de Bio&TIC e integrá-los constantemente com os atores dos ecossistemas nacionais e internacionais de inovação.

 

Fonte: ExpoAmazônia Bio&TIC

Foto: Divulgação