O cantor Gusttavo Lima está envolvido em mais uma polêmica. Dessa vez, o artista foi condenado, em 1.ª instância, a pagar uma indenização no valor de R$ 50 mil por danos morais a uma mulher de Pato Branco, no Paraná.

O caso aconteceu por conta da canção do sertanejo ‘Lembrei que tô bloqueado’, lançada em 2021. A mulher em questão processou o marido de Andressa Suita por ter citado seu nome em um trecho da música, mas ele ainda pode recorrer à decisão.

Segundo informações do G1, o advogado de defesa da autora, Fabiano Giaretta, a moça usava o número desde 2009 e, após o lançamento da música, passou a receber inúmeras ligações diariamente de fãs do músico, o que lhe causou prejuízos psicológicos.

“Ela sofre importação do sossego, porque recebe inúmeras mensagens até hoje. É importante deixar claro que ela não processou o Gusttavo Lima para ter fama, tanto que ela não quer que saibam o seu nome. Ela só quer que o dano causado a ela seja indenizado, visto tamanha importunação contra ela”, disse o advogado.

Gusttavo Lima teria alegado ainda que não houve danos morais, já que o número não aparece por completo na canção, porém, a justiça entendeu que, apesar de vários DDD’s no país, o artista não tinha direito de usar o contato.

“Ora, sabe-se que existem mais de 214 milhões de habitantes em nosso país, pelo que é extremamente provável que números aleatórios tenham seus respectivos proprietários,” diz um trecho da decisão.

fonte: contigo.uol.com.br

foto: Instagram